Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

20/02/2017

No Coração das Trevas da DC

A nova colecção Levoir/Público

Era mais ou menos expectável, em face da sucessão de escolhas editoriais que têm norteado as colecções de BD com o jornal Público, mas há já alguns dias que a Levoir confirmou que a sua próxima iniciativa será dedicada aos super-heróis e (principalmente?) aos vilões da DC Comics.
Serão 10 volumes, agrupados sob o título No Coração das Trevas da DC, a publicar semanalmente, à quinta-feira, a partir de 9 de Março, ao preço unitário de 9,90 €.

Leitura Nova: Loki







(nota informativa disponibilizada pela editora)


Apresentado no Comic Con e distribuído em bancas durante o mês de Janeiro, o volume LOKI (colecção Marvel) irá chegar a livrarias a partir desta semana.

19/02/2017

Leitura Nova: Parker 3 – O golpe




(nota informativa disponibilizada pela editora)

Uma vertiginosa viagem através da América, quando Parker consegue reunir uma dúzia dos melhores bandidos para roubar o alvo mais audacioso até então: Uma cidade inteira. Com a maestria a que nos habituou Darwin Cooke.
O Golpe, 3.º volume de Parker continua a história de O Caçador e A Organização.

15/02/2017

Papa-Capim: Noite branca

Diversidade



Diversidade é um dos adjectivos que melhor descreve a colecção Graphic MSP – e, por arrastamento, a obra original de Maurício de Sousa em que os seus volumes se inspiram.
Por isso, depois da ficção-científica, da amizade, dos valores, da aventura que marca(ra)m outros volumes, este livro apresenta-se sob o signo do terror.

Nas bancas: Comix #194 e Hiper #46

 

Nas bancas: Os Túnicas Azuis #15




(nota informativa disponibilizada pela editora)


Esta história remonta ao início da Guerra de Secessão. Nessa altura, Cornelius Chesterfield trabalhava como aprendiz de talhante e Blutch era dono de um saloon. Os leitores ficarão então a saber como Chesterfield se alistou no Exército para escapar ao casamento com a filha do patrão e como Blutch assinou os papéis sem saber… sob o efeito do álcool!

14/02/2017

A minha casa não tem dentro

Experiência limite

“No dia 22 de Fevereiro de 2016 – por causa de uma veia que rebentou no meu estômago – morri e regressei à vida, num acontecimento que atravessou espaço e tempo separando e unindo em simultâneo. (…) Descrevê-lo com desenhos fez parte dessa viagem.”
António Jorge Gonçalves
In A minha casa não tem dentro

Há situações na(s) vida(s) – muitas vezes experiências limite - que só seremos capazes de entender se as vivermos. António Jorge Gonçalves passou por uma. E decidiu partilhá-la.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...