Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

19/01/2018

Leitura Nova: Monstress #2 – O sangue


  










Nas bancas: Homem-Aranha (série II), vol. 2



(nota informativa disponibilizada pela editora)

Sinopse
A GRANDE MISSÃO DO CHACAL: O NOVO DEUS TODO PODEROSO.
Na tentativa de encontrar Jerry Saltares, colaborador das Indústrias Parker que desapareceu após lhe ter sido administrado um tratamento médico inovador da New U Technologies, Peter descobre que, na verdade, aquela empresa é gerida secretamente pelo Chacal. A New U não passa de uma organização de fachada para esconder tecnologia de ponta associada à clonagem humana.

18/01/2018

2017: Os números


Os números não enganam: 2017 manteve a tendência para o crescimento das edições de BD lançadas em Portugal, tendo sido - possivelmente, o ano em que mais se editaram: 261 edições.
Faltará - sempre - fazer a outra contabilidade, a mais importante, a das vendas reais.

17/01/2018

2017: As escolhas da Saída de Emergência


As Leituras do Pedro pediram a vários editores de BD nacionais que sugerissem aos seus leitores (até) três dos livros que editaram em 2017 e, em contrapartida, outros tantos livros de outros editores. Essas sugestões estão a ser publicadas por ordem de recepção das respostas.

16/01/2018

Tempos amargos

O eu e o nós






Género recorrente, em tempos recentes, na banda desenhada – e não só – a autobiografia tem tanto mais interesse em função da familariedade do leitor com o tema abordado e/ou da forma como este (lhe) é apresentado.

15/01/2018

Le Collectionneur de Briques

Tijolo a tijolo





Fiel à sua formação de arquitecto e aos temas recorrentes na sua obra (esparsa) com ela relacionados - a construção, o urbanismo… - Pedro Burgos edifica uma história em que uma estranha obsessão por tijolos é o tema central e o ponto de partida para uma análise a temas recorrentes dos dias que correm.

14/01/2018

2017: As escolhas de Jorge Deodato (Escorpião Azul)


As Leituras do Pedro pediram a vários editores de BD nacionais que sugerissem aos seus leitores (até) três dos livros que editaram em 2017 e, em contrapartida, outros tantos livros de outros editores. Essas sugestões serão publicadas por ordem de recepção das respostas.
Depois de José de Freitas, editor da G. Floy, e de Bruno Caetano, editor da ComicHeart, hoje as escolhas de Jorge Deodato, editor da Escorpião Azul.

13/01/2018

Novidades G. Floy para 2018





(nota informativa disponibilizada pela editora)

O ano que passou foi cheio de boa banda desenhada no nosso país, e não só de livros da GFloy! Mas achamos que contribuímos, e muito, para um dos melhores (senão mesmo o melhor) anos de BD de sempre em Portugal. E queremos continuar em 2018! Aqui têm então uma pequena antevisão do que o ano vai trazer de edições na GFloy até ao Verão, cerca de 25 livros se tudo correr bem.

12/01/2018

Corto Maltese: Equatória

Inevitabilidade




Era inevitável - seria mesmo? - que depois de Blake e Mortimer, Lucky Luke, Astérix e um largo etc., também Corto Maltese fosse embarcado na voragem autofágica da banda desenhada francófona sobre as suas próprias criações em nome do mediatismo, do sucesso financeiro e da nostalgia. Ou tão só, como ancoras seguras para as editoras se manterem vivas…

Nas bancas: Marvel Especial vol. 4 - Deadpool 2


(nota informativa disponibilizada pela editora)

Sinopse

As novas aventuras do Mercenário Desbocado vão deixar qualquer um com a cabeça a andar à roda. Todos sabemos que o Deadpool não tem grande memória, mas os erros pagam-se caro, sobretudo quando o nosso protagonista está a passar por uma grave crise maníaco-depressiva. A coisa não vai correr bem e, para completar o ramalhete, podem também contar com as melhores histórias de embalar dos Mercenários de Aluguer. Mas este volume esconde ainda muitas outras surpresas.

11/01/2018

2017: As escolhas de Bruno Caetano (ComicHeart)


As Leituras do Pedro pediram a vários editores de BD nacionais que sugerissem aos seus leitores (até) três dos livros que editaram em 2017 e, em contrapartida, outros tantos livros de outros editores. Essas sugestões serão publicadas por ordem de recepção das respostas.
Depois de José de Freitas, editor da G. Floy, hoje as escolhas de Bruno Caetano, editor da ComicHeart, com as respectivas justificações.

10/01/2018

2017: Continua...


É indiscutível que algo - muito - mudou na BD nestes anos recentes.
Em termos de edição, um dos principais aspectos foi a continuação das séries em publicação - quase sem excepções, embora elas existam - algo fundamental para ganhar a confiança dos leitores.
Para registo e lembrança - e alerta dos mais distraídos ou dos que continuam a olhar para o passado - aqui ficam, por ordem alfabética das editoras,  as séries (e o número de volumes editados) que prosseguiram o seu caminho editorial em português, em 2017, estando destacadas aquelas que foram concluídas.

09/01/2018

Alias #4

Inevitável retrocesso








O título é assumidamente enganador e tem pretensões de provocação.
Porquê? Vão ter de continuar a ler o texto para saber…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...