Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

22/09/2018

Apocryphus: Femme power

Laboratório


Edições como Apocryphus servem como laboratório para novos autores se iniciarem ou - menos - para autores mais rodados mostrarem obras que, de outra forma, iriam para a gaveta, pela falta de alternativas de publicação.
E neste terceiro volume, que tem a mulher como tema aglutinador, cumpre o seu papel.
Papel que noutros tempos cabia aos fanzines, fotocopiados, policopiados ou impressos em off-set - saber de que estou a falar é sinónimo de velhice… - mas hoje em dia, com as facilidades de impressão existentes, a qualidade final é maior, logo o mesmo se devia passar com a exigência de quem edita, pois para o leitor, a edição em mãos, como outras similares, assemelha-se em tudo às profissionais.
Em Apocryphus, essa exigência tem existido, por isso o nível global das diversas colaborações é bastante apreciável.
Claro que há diferenças - mais evidentes à primeira vista em tempos gráficos, mas também em termos narrativos, mas no conjunto, a sensibilidade de quem lê acabará por ser o principal filtro entre o que agrada mais ou menos.
A temática Mulher, escolhida para este terceiro volume, depois de Fantasia e de Crime, desencadeou abordagens diversas, em metade dos casos por criadores do sexo feminino, do futuro opressor à condição feminina intrínseca passando pelo poder da criação mas, nenhuma delas se centra objectivamente no papel da mulher na sociedade actual, o que não deixa de ser curioso, embora seja notório que na maior parte dos casos existe uma transposição da situação vigente para espaços e tempos imaginários.
Pessoalmente, destaco as contribuições de Fernando Lucas e Miguel Montenegro, que revelam uma maior maturidade gráfica e narrativa, mas a verdade é que é da diversidade e da heterogeneidade que se alimenta este projecto encabeçado por Miguel Jorge - que conta já com um largo currículo na área da edição independente.

Apocryphus volume três
Femme Power
Fernando Lucas, Keith W. Cunningham e Miguel Jorge, João Oliveira, Diana Andrade e Mariana Flores, Maria João Lima e Ana Varela, Miguel Montenegro, Inocência Dias e Miguel Silva Lopes, Sofia Freire, Felipe Coelho e Fernando Madeira
Mighell Publishing
Portugal, Setembro de 2018
180 x 255 mm, 104 p., cor, capa mole
13,00 €

(imagens disponibilizadas pela editora; clicar nelas para as aproveitar em toda sua extensão)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...