Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

24/07/2017

Revistas Marvel regressam em português

(nota informativa disponibilizada pela editora)
As Bandas Desenhadas da Marvel chegam em versão portuguesa com incursões do mundo contemporâneo.
As histórias de banda desenhada do Homem-Aranha e Os Vingadores são agora editadas em versão portuguesa respeitando a cronologia dos recentes lançamentos da Marvel nos Estados Unidos da América. Curiosamente, a Marvel enriqueceu as histórias com elementos do contexto do mundo contemporâneo, não só técnicos (Internet, Redes Sociais, Smartphones, Tablets) mas também sociais (um casamento entre pessoas do mesmo sexo - no volume 2 de Homem-Aranha ou a luta contra o cancro - no volume 2 de Os Vingadores). Nesta primeira série, são publicados 10 volumes do Homem Aranha e 10 volumes de Os Vingadores que chegarão, em semanas alternadas, às bancas.
A selecção editorial, para além de respeitar a sequência dos lançamentos nos EUA, assegura também que cada volume inclui histórias que completam um ciclo narrativo dentro das linhas mais importantes destas duas licenças: “Spider-Man”, “The Amazing Spider-Man”, “Spider-Man/Deadpool”, “Avengers”, “All-New, All Different Avengers” e “The Uncanny Avengers”. Esta série terá ainda como ponto alto a icónica “Civil War II”. Espera-se assim conquistar um novo espaço no ecossistema editorial português com a edição em cadência semanal dos títulos mais emblemáticos do Universo Marvel.

Datas dos primeiros lançamentos

Homem-Aranha Vol.1
28 Julho 2017

 


Os Vingadores Vol. 1
4 Agosto 2017

 


Características
Formato: 168 x 260 mm
Encadernação: capa mole, lombada
N.º de páginas: 128
PVP: €7,90

Periodicidade
Cada título é quinzenal, saindo Homem-Aranha e Os Vingadores em semanas alternadas

Campanha de comunicação
Televisão, Online, Relações Públicas e Ponto de Venda
Página de Facebook (disponível a partir do dia 26.07.2017) http://www.facebook.com/BDMarvelGoody/

Sobre a Editora Goody
Contando já com dezassete anos de natividade e uma longa experiência na edição de publicações especializadas de temas tão variados como Videojogos, Tecnologia, Fotografia, Cinema, Conhecimento, Saúde e Bem-Estar ou Parentalidade, a Goody tem dedicado uma crescente atenção ao segmento InfantoJuvenil através da edição de revistas e livros de licenças tão importantes como Disney, Cartoon Network, Nickelodeon, Hello Kitty e National Geographic Júnior.
A partir do ano de 2012 dá o importante passo de relançar as Bandas Desenhadas Disney em versão portuguesa, somando até hoje mais de 300 números de títulos tão populares como Comix, Hiper Disney, Minnie ou Especial Disney, que experimentam agora uma importante reestruturação em linha com a estratégia internacional de potenciar os “standard characters” como Tio Patinhas, Donald ou Mickey aproximando assim ainda mais os leitores deste vasto universo.
A larga experiência na edição de Banda Desenhada Disney é agora colocada ao serviço da edição em versão portuguesa das Bandas Desenhadas Marvel com o compromisso de qualidade e relevância a que a Goody habituou os seus leitores.

(imagens disponibilizadas pela editora; clicar nelas para as aproveitar em toda a sua extensão)

25 comentários:

  1. Excelentes noticias!
    Estes encadernados serão capa mole certo?
    Quanto às publicações só não percebi 2 pormenores:
    1º Referem que nao vai sair em Mix o que me leva a crer que por exemplo vol 1 dedicado ao "The amazing spider man" e por exemplo o vol 3 será "Spiderman Deadpool " correcto? No entanto as capas parecem dizer o contrario (ex: Vingadores)
    2º Isto irá culminar na guerra civil 2 mas está planeado sair encadernado solo da guerra civil 2 ou será como o infinito que chegou a ser publicado na revista dos vingadores antes desta ser cancelada?
    Antes de mais grande obrigado ao Pedro por colocar sempre estas excelentes noticias e por todo o trabalho desenvolvido no entanto, tenho pena de a DC não possuir plano semelhante a este até porque a meu ver, esta fase da Marvel é uma fase não tão boa da editora e quanto à DC esta sim está de volta aos eixos no entanto como leitor de ambas irei sem duvida acompanhar esta fase em PT-PT.

    ResponderEliminar
  2. Sempre homem aranha e vingadores.
    Parece que a Marvel se resume a isto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. evidentemente também eu preferia outros títulos, mas compreendo as condicionantes comerciais. se já é tão complicado manter um projecto editorial com esses títulos mais sonantes, o que dizer de uma série como vision, por exemplo?
      tive muita pena do cancelemento das edições da panini pt, onde as revistas regulares eram acompanhadas de edições soltas. espero que este lançamento do aranha e vingadores, apresentada como 1.ª série, signifique que após o término venham outros...
      receio apenas que a qualidade de encadernação seja semelhante aos disney da goody, que deixa muito a desejar... dia 28 está quase aí, é esperar para tirar as dúvidas.

      Eliminar
  3. M’eh…custa-me dizer isto, mas as versões brasileiras continuam a ser mais bem pensadas para o nosso pequeno mercado.

    Mix com vários títulos a um preço acessível versus “semi-trades” quase ao preço de um capa dura da Levoir quinzenalmente como é lógico os leitores mais jovens vão continuar a preferir as mais económicas.

    É curioso que tal como a anterior aventura Marvel da Panini em Portugal esta colecção só promete 8 edições de cada.

    A ver vamos se a Panini depois não faz o mesmo que fez ao anterior projecto editorial – deixar séries a meio – se os resultados de vendas ficarem aquém.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só um pequeno reparo: Este projecto é da Goody, não da Panini.

      Eliminar
    2. E serão 10 edições de cada...

      Eliminar
    3. Digital Desesperado...é da Goody mas terá sido a Panini a autorizar/ceder direitos para a publicação. Certo? Logo a palavra final quanto à continuação do projecto daqui a 20 semanas será da Panini.

      P.S.: No panfleto publicitário só vai até ao 8º número. Se são 10 vai acabar por ser parecido com a anterior aventura da Panini em 2014 (foi até ao nº 10 e a casa mãe mandou cancelar pelas razões que todos conhecemos).

      Eliminar
    4. O panfleto (reproduzido aliás aqui neste post das leituras) mostra claramente 10 edições de cada, incluindo aliás as datas, etc... 20 semanas de 10 livros de cada uma das séries, Aranha e Vingadores.

      Eliminar
    5. Inicialmente no centralcomics a imagem só mostrava até ao 8.

      Eliminar
  4. A ver vamos, mas parece-me que este plano editorial vai seguir um formato fadado ao fracasso.
    Já não considerando que, mais por culpa da Panini do que da Goody, se cava um fosso em relação ao último material publicado (Infinity fica incompleto, Secret Wars continuará inedito em PT e incompleto em BR), a edição de volumes semanais a um preço elevado para essa periodicidade, e com a oferta que existe neste momento como a colecção Salvat, não irá provavelmente produzir vendas suficientes para sustentar uma continuidade muito prolongada, principalmente se,como refere o Esgar, a qualidade dos livros for idêntica ás da Disney.
    De recordar que o plano da Panini era muito mais apelativo (revistas mensais com um preço acessível e boa qualidade de papel e impressão), e não durou um ano.
    Quem quererá arriscar andar quase cinco meses a gastar oito euros por semana para ficar com mais uma série de histórias incompletas?
    Pessoalmente, não estou inclinado a comprar, mas quero ver o primeiro volume antes de decidir definitivamente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. bem, na realidade há duas coisas que são bastante melhores...
      1 - continuidade, em relação às edições salvat. poder ler as histórias de uma mesma série em sequência.
      2 - a língua. porra, tentei ler ontem o velho logan... ler aquilo em pt/br é execrável! pus de lado. é muito mau! muito, muito mau!!!! fico danado com isso!!!!! :D

      espero que as coisas funcionem, que é como quem diz, que as vendas sejam boas. e acho que não vai ficar a meio. pelo menos o plano é editar 10 de cada título ao longo de 5 meses. não estando pensado como um projecto de continuidade, creio que a goody levará até ao fim. depois certamente farão uma avaliação. não nos podemos esquecer, também, que certamente terão mais visibilidade, com mais postos de venda.
      por último, o preço... se forem edições semelhantes às panini pt, não me parece mau, tenho dúvidas é em relação á periocidade... talvez duas por mês fosse o ideal, não quatro.

      Eliminar
  5. Eu, como não consumidor "básico" (leia-se que apenas me tornei consumidor de comics, com as edições Levoir), digo que toda a BD é bem vinda. Mas, e reforço o "eu", já estou esgotado de "heróis em cuecas". Devido exactamente à Levoir e à coleção Salvat. Naturalmente também tenmho a minha opinião relativa a 7.90 por semana. E a opinião é que é um investimento muito elevado.

    Para quem está a fazer as coleções que estão ou vão sair, significa (aproximadamente, porque não tenho os preços de memória e não me apetece ir procurar):

    - Salvat 27 (mês)
    - N.Graf. 9.99 (semana)
    - Valerian 8 (semana)
    - GFloy (de dois em dois, três em três meses?) 10
    - outros (tipo Monstress) 15

    Por um lado, fico satisfeito pela edição Goody prevista, por outro, fico receoso que sejam edições que acabarão por não verder e devido a isso, ser canceladas deixando mais uma vez o pessoal piurso.

    Agora também acredito que estas edições Goody não me são dirigidas, ou não são dirigidas ao "comprador hardcore" de BD, mas sim a um consumidor mais jovem, possívelmente, serão dirigidas ao consumidor Mangá (mercado estabelecido pela Devir).

    Em todo o caso, parabéns à Goody e do fundo do coração (e do bolso), espero que seja um longo periodo de edição.

    ResponderEliminar
  6. Estou com a maioria dos camaradas aqui da caixa de comentários.
    Começa a ser demasiada edição a chegar às bancas e muito dinheiro por mês que se gasta. Pegando no exemplo dado pelo pco69 e a que eu também já tinha aludido num comentário a outro texto aqui no blog, por mês já são mais de €100 só para o que sai em bancas, sem falar no que sai nas livrarias. Com estas edições passa os €130 (ou mesmo os €150 para quem andar a fazer a colecção da Salvat com os jornais que sai todas as semanas), não há carteira que aguente.
    Sem saber a qualidade do papel neste momento o único ponto positivo que posso apontar a este projecto é o que o Esgar já apontou: a continuidade. Começa a “chatear-me” ler apenas o culminar das grandes sagas, sem saber como ali se chegou ou como vai ser o seguimento e claro o andar a “saltar” na linha temporal das histórias, mesmo com as notas que colocam nas introduções não deixa de ser confuso

    De qualquer maneira irei dar uma vista de olhos aos primeiros números para decidir, embora sempre com o pé atrás porque não me apetece ficar com os arcos das histórias a meio como já aconteceu com o projecto da Panini e não só.

    Pela parte que me toca a qualidade, seja ela das histórias, seja do livro enquanto objecto e claro o facto de serem (mais ou menos auto contidas também) começa a pesar muito na hora de escolher o que comprar.

    Começo a ver muitas editoras a publicar BD, o que à partida é bom, mas haverá mercado para todas? Só o tempo o dirá.

    ResponderEliminar
  7. ... Já que se fala da goody ...
    o que aconteceu ás edições disney ?

    ResponderEliminar
  8. Acho muito boa iniciativa. E seria bom que fosse para ficar e até incluir outros heróis. No entanto, o que me preocupa aqui é não só a confusão cronológica, pior que os filmes dos X-Men (Panini, shame on you!!!) mas também a repetição de material recentemente lançado nas versões BR. É preciso fazer alguma ginástica para gerir isto e também fazer escolhas, de forma a que as nossas coleções tenham algum sentido (a minha é uma confusão de títulos em ING, PT e BR...)

    ResponderEliminar
  9. Novidades em português de Portugal são sempre positivo. É uma questão de dar uma vista de olhos primeiro. E como é da Goody é só esperar algum tempo e depois comprar o conjunto das 10 edições aí por 15€ ou 20€. Tal como nos Simpsons, em que comprei cada um dos 13 números a 2,5€ e depois venderam o conjunto, salvo erro, por 5€. Para além de outras publicações, de fotografia, informática, ciência, etc.. É só esperar um pouco e poupar bastante!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens que pensar que para chegar a esses valores, significa que não conseguiram vender com lucro. E se não venderem com lucro, simplesmente cancelam a sua publicação. Portanto, alguns (uma minoria) fazer isso, será relativamente inóquo. Muitos a pensar fazer isso, será a "morte do artista".
      E imagina que há editores que também lêm estas caixas de comentários (frase irónica, pelo menos, relativa a um editor). O que achas que esses editores vão pensar?

      Eliminar
    2. Compreendo as duas opiniões. Tento fazer sempre como o pco69 diz e apoiar os projectos desde o inicio para que tenham razões para continuar, mas quando isso não acontece não escondo um "amargo de boca" por depois ver os livros que me custaram à venda ao preço da chuva.

      Eliminar
  10. Vamos ver o que da!Mas revistas não são.Estranho se o grande evento e civil war 2 e nao publicam Miss Marvel e Invencible Iron Man e só repetem a maioria dos Mixes da Panini br em distribuição!!

    ResponderEliminar
  11. silentsoul28/7/17 16:21

    Esta malta de agora é muito seletiva. Bem sei que a oferta é muita e variada e os livros com capa dura são os mais apetecíveis. Mas se fossem do meu tempo, em que a única BD que cá chegava era a que vinha do Brasil com o PT-BR (que na altura era mais compreensível que agora) em formatinho com papel de jornal, não se queixavam tanto.
    Agradeciam é agora haver quantidade, qualidade e variedade. Não sejam tão picuinhas. Não antecipem o fracasso do projeto; comprem, leiam e depois então, se for caso disso, digam mal. Um abraço e boas leituras a todos

    silentsoul

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Felizmente, hoje podemos ser mais exigentes, Silentsoul, mas concordo que só devemos criticar/elogiar/fazer sugestões depois de avaliar cada projecto.
      Boas leituras!

      Eliminar
    2. Subscrevo integralmente, e sem reservas, o que disse. Se não se publica queixam se, se se publica colocam sempre defeitos.

      Eliminar
    3. silentsoul28/7/17 17:39

      Peço desculpa, agora relendo o que escrevi parece que estou a atacar alguém, e não foi de todo a minha intenção. Eu também gosto mais de uma edição cuidada de BD, com capa dura e bom papel. A BD deverá aguentar-se melhor, os meus formatinhos quase que estão desintegrados, mas também muito por terem sido lidos, relidos e folheados. Mas vamos sempre bater à questão de quanto custa produzir um livro de BD, já aqui se falou (escreveu) que no caso da Levoir e GFloy é-lhes mais fácil baixar o preço dos livros e a outras editoras é mais complicado.
      A grande quantidade e qualidade de BD publicada em Portugal por estas alturas deixa, a quem gosta de BD, de carteira vazia. É difícil, não escolher o que comprar, mas sim o que não comprar. Não quero que o mercado de BD em Portugal volte a estoirar mas se continuar a crescer vai ser cada vez mais difícil escolher.
      Um abraço a todos

      silentsoul

      Eliminar
  12. Já agora, agradeço à Goody por imprimir as revistas em Portugal! Mais propriamente, em Vila do Conde.
    Vá... digam lá... sou um Nerd que até lê as fichas técnicas :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. José Pina28/7/17 23:50

      Sem dúvida, pco69. Eu que já discordei tantas vezes de si noutras ocasiões, desta vez tiro-lhe o chapéu e assino por baixo. Diga o que se disser dos livros, é de ressalvar termos mais bd produzida em Portugal a concorrer com as multinacionais que dominam o mercado.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...