Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

10/06/2012

As Estantes do Pedro (IV)










Após algumas semanas de interregno, devido a temas mais urgentes, retomo as minhas estantes…
Desta vez, apenas dois conjuntos de prateleiras, com livros de “pequeno formato” (até 24 cm!) e, por arrastamento, as edições de obras de alguns autores – Étienne Davodeau, Miguelanxo Prado, Frank Miller e Lewis Trondheim.
Como bónus, um belo giclée de David Rubin, editado pela livraria Mundo Fantasma, tal como os outros que já mostrei.




6 comentários:

  1. Estão muito bonitas,mas 2 versões de Cavaleiro das Trevas???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Optimus,
      Sim, a edição brasileira encadernada por mim e a versão portuguesa da Devir.
      Tal como tenho muitos outros títulos duplicados (ou mesmo triplicados), em edições estrangeiras e nacionais, ou em diferentes edições nacionais...
      Boas leituras!

      Eliminar
    2. Alexandre Gil11/6/12 04:38

      Por acaso gosto um bocadinho mais da minha encadernação do Habibi.

      Miguelanxo Prado e um crime estar assim escondido (critica fácil... e trocava com quem? ... solução difícil...).

      Essa edição que tu tens da Fulu não me satisfaz nada as medidas. Ainda ando a procura de algo mais ... A4 a cores!

      Eliminar
    3. Olá Alexandre,
      Esta é a edição francesa, suponho que te referes à original norte-americana. è tudo uma questão de gosto... ou de facilidade de leitura!
      Não é só o Prado que está escondido. Estão quase todos. A maior parte das minhas estantes - como estas - têm portas em madeira. Nas que são em vidro - que já mostrei em mensagens anteriores - estão geralmente séries completas mais longas, associadas ao respectivo merchandising.
      O Prado, um dos meus autores favoritos, de quem tenho todos (ou quase todos) os livros - alguns em duplicado, Optimus ;) - não tem bibliografia suficiente para encher uma prateleira...
      Quanto a esta edição da Fulu, confesso que me agradou bastante - como podes ver aqui: http://asleiturasdopedro.blogspot.pt/2011/07/fulu.html - tal como o trabaho a preto e branco do Eduardo Risso.
      Boas leituras!

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Caro Zé Dias da Silva,
      Sim, o Frank Miller é (muitas vezes) muito bom. Mas, ainda assim, prefiro o Prado, o Davodeau ou o Craig Thompson, para citar apenas autores cujas obras são visiveis nestas fotos...
      Boas leituras de Frank Miller... e dos outros!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...