Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

31/05/2012

Às Quintas Falamos de BD

Imagens da Guerra Colonial


 
O Centro Nacional Banda Desenhada e Imagem (CNBDI), é um equipamento municipal cuja vocação é a promoção e difusão da BD e artes que lhe são próximas. Para além da produção anual do Festival Internacional de Banda Desenhada, e da edição de publicações e exposições que traduzem as diversas tendências da BD e imagem, a realização de iniciativas de divulgação da BD é um dos objectivos centrais do seu trabalho.
Nesse âmbito e integrado na programação de Às Quintas Falamos de BD - cujo sentido primordial da sua criação é a relação da BD com outras formas de expressão artística e cultural - terá lugar hoje, dia 31, pelas 21 horas, um encontro a que demos o nome de Imagens da Guerra Colonial.
Na ocasião será exibido o documentário As Duas Faces da Guerra, comentado pela jornalista Diana Andringa que com Flora Gomes assina a realização deste filme.
Para este evento foram convidados a participar a Associação 25 de Abril e a Associação dos Deficientes das Forças Armadas, vários artistas da imagem e investigadores de BD, cinema, ilustração e cartoon que, ao longo dos anos, reflectiram e trabalharam este tema.
Esta iniciativa conta, ainda, com a participação especial de Manuel Freire.

Sinopse do filme:
Luta de libertação para uns, guerra de África para outros: o conflito que, entre 1963 e 1974, opôs o PAIGC às tropas portuguesas é visto, desde logo, de perspectivas diferentes por guineenses e portugueses.
Mas não são essas as únicas “duas faces” desta guerra: mais curioso é que, para lá do conflito, houve sempre cumplicidade: “Não fazemos a guerra contra o povo português, mas contra o colonialismo”, disse Amílcar Cabral, e a verdade é que muitos portugueses estavam do lado do PAIGC.
Não por acaso, foi na Guiné que cresceu o Movimento dos Capitães que levaria ao 25 de Abril. De novo duas faces: a guerra termina com uma dupla vitória, a independência da Guiné, a democracia para Portugal.
É esta “aventura a dois” que queremos contar, pelas vozes dos que a viveram.
A exibição deste filme é uma cortesia Lx Filmes.

(Texto da responsabilidade da organização)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...