Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

04/11/2011

BD e ilustração na Mundo Fantasma

Lançamento de As Extraordinárias Aventuras de Dog Mendonça e PizzaBoy II – Apocalipse

O livro de banda desenhada “As Extraordinárias Aventuras de Dog Mendonça e PizzaBoy II – Apocalipse”, editado pela Tinta-da-china, vai ser apresentado hoje no Porto, às 18h na FNAC de Santa Catarina, e às 19h30 na Livraria Mundo Fantasma, no Centro Comercial Brasília, à Rotunda da Boavista, no Porto, com a presença dos respectivos autores: o português Filipe Melo (argumento) e os argentinos Juan Cavia (desenho) e Santiago Villa (cor).
Se no primeiro volume, que teve 3 edições, o lobisomen Dog Mendonça, o atendedor de call-center PizzaBoy, o demónio Pazuul e Edgar Agostinho, a gárgula falante, evitaram o fim do mundo planeado por nazis no subsolo de Lisboa, desta vez têm de evitar o Apocalipse bíblico, contando com a ajuda da Virgem Maria.
Trata-se de um relato divertido e repleto de acção, que tem prefácio do cineasta George Romero, a quem Filipe Melo pediu “emprestados” os zombies que surgem no livro, uma das muitas referências à cultura pop (cinematográfica, musical, televisiva e da própria BD) nele inscritas. Em relação ao primeiro tomo é notório o refinamento da escrita e a melhoria em termos de traço e de cor, qualidades que levaram a editora norte-americana Dark Horse Comics a encomendar uma história original aos autores, actualmente em publicação na revista Dark Horse Previews.

Exposição de José Manuel Saraiva: Divagando entre as palavras
Data: 5 de Novembro a 4 de Dezembro de 2011
Local: Galeria Mundo Fantasma, loja 509/510, Centro Comercial Brasília, Avenida da Boavista, 267, Porto
Horário: de 2ª a sábado, das 10h às 20h: Domingos e feriados, das 15h às 19h

Entretanto, amanhã, sábado, às 17 horas, também na Mundo Fantasma, será inaugurada a exposição “Divagando entre as palavras”, que reúne as ilustrações feitas por José Manuel Saraiva para um livro com poemas de Cesário Verde, publicado pela Faktoria K de Livros.
A mostra, que está patente até 4 de Dezembro, desvenda parte do processo criativo seguido pelo ilustrador, natural do Porto e professor na Escola Superior de Artes e Design, para captar graficamente a extraordinária plasticidade poética de Cesário Verde.

(Texto publicado no Jornal de Notícias de 4 de Novembro de 2011)

2 comentários:

  1. Parabéns ao Filipe Melo e à Tinta da China que apostaram num forte marketing para que este projecto tivesse a dimensão que está a ter. Pessoalmente achei um bocejo o 1º volume do Dog Mendonça e o Pizza Boy. Estou curioso por ler o segundo. De qualquer maneira tiro o chapéu por terem posto a BD nas 1º capas das revistas e jornais.

    Simão

    ResponderEliminar
  2. Caro Simão,
    Julgo que nestas acções de marketing o Filipe tem mais mérito do que a editora... e nas capas de jornais e revisas também!
    Respeitando a opinião de cada um, não me parece que "bocejo" seja o adjectivo mais indicado para as aventuras do Dog e do PizzaBoy...
    Boas leituras... bem acordado!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...