Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

22/01/2020

Churchill

 
Outra vez
A propósito da edição da biografia de Churchill em dois volumes - editados com um curto espaço de tempo entre eles, o que se saúda, pois potencia a venda e a consequente leitura - apetece quase repetir aqui o texto escrito a propósito de Prometeue a Caixa de Pandora, igualmente editado pela Gradiva. Ou, pelo menos, frisar o que une estas duas edições: a competência com que a banda desenhada (francófona) consegue narrar tanto a mitologia grega quanto uma biografia de uma figura histórica.
Competência que se revela na forma como a leitura flui, como os factos incontornáveis são incluídos no texto, quase sem recurso a balões de apoio, como quase sem dar por ela, o leitor apreende, em quase uma centena de pranchas, grande parte da história de um homem que foi figura presente durante mais de meio século da História britânica, europeia e mundial, descobrindo que a sua acção foi muito mais além da sua actuação decisiva como primeiro-ministro inglês durante a II Guerra Mundial.
Aspectos nada displicentes que mostram o melhor de um certo tipo de banda desenhada que, assumindo inegavelmente um carácter didáctico, não o impõe e possibilita uma leitura como se de uma obra de ficção se tratasse.
É certo que, neste caso o traço de Alessio Cammardella, preso de alguma rigidez, não atinge o fulgor do que pode ser apreciado na outra obra já referida, possivelmente porque não se conseguiu libertar do espartilho imposto pela obrigação de credibilidade - e de um retrato fiel dos intervenientes - que distingue aquela obra ficcional desta com características mais realistas. O que não significa que essa menor qualidade estética - aos meus olhos… - prejudique a sua função narrativa, bem assente numa planificação variada que, com frequência, foge à matriz mais tradicional expectável.
A edição da Gradiva, de tamanho generoso tal como a original francófona, de que emula a boa impressão e consistência, como é normal nesta colecção termina com um dossier que permite aprofundar alguns dos aspectos abordados na banda desenhada.

Churchill: Primeira época
Churchill: Segunda época
Colecção Eles fizeram História
Vincent Delmas (texto)
François Kersaudy (historiador)
Christophe Regnault (guião)
Alessio Cammardella (desenho)
Gradiva
Portugal, Outubro/Novembro de 2019
233 x 313 mm, 56 p., cor, capa dura
16,50

(imagens disponibilizadas pela Gradiva; clicar nelas para as aproveitar em toda a sua extensão)

1 comentário:

  1. Sem dúvida alguma a Gradiva a marcar pontos...venha mais BD da Gradiva.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...