Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

30/09/2018

Foi assim: Setembro 2018

Um comentário crítico a um mês aos quadradinhos

Comic Con. Galardões BD. Marvel. Compras. Mais vistas.

28/09/2018

O Xerife da Babilónia

 
Quase um documentário
Mais um dos títulos emblemáticos do selo Vertigo incluído na colecção que a Levoir lhe está a dedicar a propósito dos seus 25 anos, O Xerife da Babilónia, devido à sua extensão, surge dividido em dois volumes.
Mas é uma obra una, indivisível. Que traça um retrato cru e realista - quase um documentário - sobre a situação no Iraque no pós-Saddam Hussein e sobre a (dúbia) actuação dos americanos no terreno.

Nas bancas: Mickey #9 e Kingdom Hearts #2

 

26/09/2018

Largo Winch #1

Bom arranque

Chega hoje às bancas e quiosques portugueses o primeiro díptico de Largo Winch, a nova colecção de BD ASA/Público, já apresentada em As Leituras do Pedro.
Serve de introdução ao protagonista e ao grupo financeiro que ele vai gerir, baliza desde logo os parâmetros em que a colecção se vai desenvolver e é também um exemplo de como escrever/desenhar uma boa série de aventuras, cujo único pretexto é proporcionar uma leitura descontraída.

Nas bancas: Largo Winch #1 + todas as capas

25/09/2018

Futuroscópio

Nuvens negras




Compilação das narrativas curtas escritas e desenhadas por Miguel Montenegro nos últimos dois anos, Futuroscópio prima pela coerência. E pelo futuro negro que traça da vida na Terra.

70 Anos de Tex na Amadora

 

24/09/2018

Sondagem: Qual o melhor livro da Colecção Novela Gráfica 2018?






Mais de um mês após o final da distribuição com o jornal Público dos 12 volumes da colecção Novela Gráfica 2018, editados pela Levoir, As Leituras do Pedro colocam duas questões aos seus visitantes.

23/09/2018

Perigo Electrónico

Efemérides

- 10 anos após a estreia da Turma da Mônica Jovem...
- 34 anos após Maurício de Sousa e Osamu Tezuka se terem conhecido...
- 6 anos após o primeiro encontro entre a Turma da Mônica adolescente e a princesa Safiri, Simba, o leão Branco ou Astroboy (criações de Tezuka)...
- 90 anos após o nascimento do ‘deus’ do manga…

22/09/2018

Apocryphus: Femme power

Laboratório


Edições como Apocryphus servem como laboratório para novos autores se iniciarem ou - menos - para autores mais rodados mostrarem obras que, de outra forma, iriam para a gaveta, pela falta de alternativas de publicação.
E neste terceiro volume, que tem a mulher como tema aglutinador, cumpre o seu papel.

Leitura nova: Saga #8

21/09/2018

Kivu

Reportar o horror

As mulheres e as crianças, violadas e mutiladas à frente das suas famílias. Fazer prisioneiros os homens, com mais de doze anos. Cortar as mãos aos que resistirem. Queimar os bebés e os velhos nas suas cabanas, mortos ou vivos”
In Kivu (tradução de As Leituras do Pedro)

Se há muito Van Hamme anunciou a sua retirada da BD, pelo menos das grandes séries (XIII, Thorgall, Largo Winch...) que o tornaram - justamente - um dos mais apreciados argumentistas da chamada ‘banda desenhada de grande aventura’, volta e meia esquece esse propósito e vai-nos brindando com novas obras.
Kivu, acabado de lançar em França, marca a sua estreia - aos 80 anos! - no género BD reportagem.

20/09/2018

100 Balas: Primeiro disparo, última rodada

À prova de bala

100 Balas é um daqueles títulos emblemáticos da produção contemporânea (deixem-me escrever assim) norte-americana em quadradinhos.
Assenta num princípio simples: o protagonista de cada arco - foram diversos ao longos dos 100 comics que a série contou - recebe uma pistola não rastreável e uma mala com 100 balas, e a garantia de total imunidade, que pode utilizar para se vingar de alguém ou fazer justiça pelas suas próprias mãos.

Nas bancas: Donald #9

19/09/2018

Novembro

Indefenição

Oxalá pudéssemos viver eternamente em certos momentos da nossa vida…
mas os instantes são efémeros, por definição.”
In Novembro

A única certeza da vida é que na vida não há certezas. E cada vez menos, com a precariedade do emprego, a saída tardia de casa dos pais para uma vida própria, o isolamento provocado pelas redes sociais, a imaturidade que cada vez desaparece mais tarde.
Novembro, é sobre isto e, acima de tudo, sobre relações, a forma de as encarar, a forma de as viver. Que às vezes são coisas diferentes.

Leitura nova: Conversas com os Putos e com os Pais Deles

18/09/2018

La Mort Vivante

Boas influências




Narrativa neo-gótica de ficção-científica, que adapta o romance homónimo, de 1958, de Stefan Wul, La Mort Vivante é o novo álbum do português Alberto Varanda, onde demonstra todo o seu virtuosismo, sob a influência de grandes génios do traço.

Nas bancas: Homem-Aranha e Clássicos da Literatura Disney

 

14/09/2018

Visão

Uma família (a)normal

Aderir à normalidade, querer pautar a vida pelo que é socialmente aceitável/expectável é complicado. Sempre.
É essa a base deste Visão, quando um robot, perdão, um ‘sintozoide’ quer formar família e viver feliz nos subúrbios, à imagem e semelhança das famílias humanas normais.
Desenrolando-se à margem dos super-heróis - o protagonista, é membro dos Vingadores e eles passam por lá, há alguma interacção mas, até agora, não mais do que isto - este relato vinha bem referenciado - quanto mais não fosse pela escrita de Tom King - e a leitura confirmou as expectativas.

Leitura nova: Futuroscópio

13/09/2018

Uma irmã


Irregular


Tenho tido uma ‘relação’ irregular com Bastien Vivés.
Admirei (moderadamente…) Le Gout du Chlore, achei brilhante Dans mes yeux, abandonei Lastman ao fim de poucos capítulos, não consegui ver em Polina (tudo) aquilo que tantos proclamaram.
Uma irmã é mais um capítulo deste percurso que, se não me rendeu (outra vez) a Vivés, me proporcionou uma leitura envolvente.

12/09/2018

Maurício de Sousa: “Não estou habituado ao fracasso”



É um grande senhor da BD mundial, tem 83 anos, uma energia surpreendente e contagiante e uma obra que fala por si, reconhecida internacionalmente e que atravessa gerações.
A Comic Con Portugal, de que foi este ano o grande cabeça de cartaz, em cinco edições nunca tinha vista filas para autógrafos de um autor de BD como as que Maurício de Sousa originou nesta edição de 2018, nem nunca tinha visto um auditório a abarrotar como aquele que o acolheu com uma imensa salva de palmas quando entrou.

11/09/2018

10/09/2018

Leituras de Agosto

( clicar nas capas para saber mais sobre as obras, quando disponível)
As Melhores leituras...
 

Largo Winch, a próxima colecção Público/ASA






Criação de Jean Van Hamme e Philippe Francq em 1990, Largo Winch é a próxima colecção Público/ASA.
A partir de 26 de Setembro e até 5 de Dezembro, serão 11 álbuns em capa dura, distribuídos semanalmente com o jornal.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...