Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

06/06/2018

Colecção Novela Gráfica 2018








A nova colecção Novela Gráfica da Levoir e do jornal Público a partir de hoje, 6 de Junho, por 10,90 €.

Títulos
1. Os Guardiões do Louvre - Jiro Taniguchi
6 de Junho

2. Aqui Mesmo - Jean-Claude Forest e Tardi
13 de Junho

3. O Fantasma de Gaudí - Jesús Alonso Iglesias e El Torres
20 de Junho

4. Calipso - Cosey
27 de Junho

5. O Farol e O Jogo Lúgubre - Paco Roca
4 de Julho

6. Uma irmã - Bastien Vivès
11 de Julho

7. Destemidas - Pénélope Bagieu
18 de Julho

8. Tatuagem - Hernán Migoya e Bartolomé Seguí
adaptação do romance de Manuel Vázquez Montalbán
25 de Julho

9. Gente de Dublin - Alfonso Zapico
biografia de James Joyce
1 de Agosto

10. O Jogador de Xadrez - David Sala
adaptação do romance Die Schachnovelle, de Stefan Zweig
8 de Agosto

11. O Último recreio - Carlos Trillo e Horacio Altuna
15 de Agosto

12. Novembro - Sebastià Cabot
22 de Agosto

(informação e imagem retirados da página do Facebook da editora)

9 comentários:

  1. A primeira coisa que fiz de manhãzinha cedo antes de me dirigir para o trabalho foi ir ao quiosque comprar “Os Guardiões do Louvre”, já que andava há bastante tempo a pensar em adquirir a edição americana.

    ResponderEliminar
  2. o geral, parece-me interessante mas, mais uma vez, com demasiada ênfase em autores espanhóis (nada contra..).
    Ausência de autores nacionais, brasileiros e de língua inglesa (mais uma vez…).
    Esperemos que não haja erros de titulagem, problemas na reprodução de cores, demasiados “formatinhos” e o papel seja decente (tanto na capa como no interior)

    ResponderEliminar
  3. DylanDog6/6/18 12:13

    Quais são os titulos mais importantes da coleção?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Ici Même, uma obra histórica e bastante curiosa, sem dúvida. Eu gostei de O Fantasma de Gaudí.
      Uma irmã e O Jogador de Xadrez estão bem referenciados e estou muito interessado neles.
      Taniguchi, Paco Roca, TRillo, Altuna, costiumam ser sinónimo de boa qualidade...
      Espero que haja outros que me surpreendam.
      Boas leituras!

      Eliminar
  4. Sou grande fã da colecção e é sempre bom saber que continua. Por enquanto aqueles que vou comprar de certeza são Ici Même, Uma Irmã, O Ultimo Recreio e O Jogador de Xadrez. Estava com esperança de incluirem um titulo do Davodeau, dado ter sido umas das melhores obras da colecção anterior mas enfim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Incluiram um do Bartolomé Seguí (Histórias do Bairro) que foi um dos melhores da coleção anterior.
      No geral parece-ne bem a coleção. Prefiro ser "colonizado" por espanhois que por comics.
      A minha única decepção é levarmos outra vez com o Taniguchi, que nem pode ser considerado representate da BD japonesas, sendo mais europeu que japonês. A BD japonesa é a minha preferida (não a dos olhos grandes) e ainda não saiu nem um título em 4 coleções completas.

      Eliminar
    2. O Seguí é desenhador o que significa que a qualidade da obra vai estar sempre dependente do argumentista. A mim pessoalmente, este Tatuagem não me entusiasma. Penso que terá sido incluido pela ideia central desta colecção ser a de obras baseadas em livros/literatura. Mas sim, o ponto forte da Novelas Gráficas foi sempre a diversidade e as 2 ultimas series têm tido uma presença, na minha opinião, demasiado forte de autores espanhois. São 11 livros em 27, 40% do total. As razões para tal já foram explicadas pelo José Freitas mas não deixa de ser uma pena não haver espaço para um grande autor americano ou japonês que não o Taniguchi.

      Eliminar
  5. Só devo comprar 2as e já é muito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a vantagem da diversidade e da oferta variada. Podemos escolher o que queremos comprar.
      Boas leituras!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...