Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

13/04/2018

I.R.$ #5: Ligações Romanas/A Sociedade dos Assassinos


Auto-citação





Regresso a I.R.$ mais cedo do que esperava. Não por um eventual desejo de recuperar tempo perdido, mas impulsionado por uma curiosa auto-citação, numa história que revisita um dos temas caros a Stephen Desberg: as muitas conspirações e segredos existentes no seio do Vaticano.
A auto-citação, curiosa, encaminha para outra criação do argumentista, a série O Escorpião, parcialmente editada em português pela ASA, quando o protagonista inicial, um oficial das SS, procura - tal como o aventureiro do século XVIII - antigos documentos originários dos primeiros tempos da igreja cristã - não Católica ainda! - para os usar como elemento de chantagem sobre a instituição dirigida - à data da II Guerra Mundial - por Pio XII.
Segundo a ficção desenvolvida por Desberg em Ligações Romanas/A Sociedade dos Assassinos, teria sido essa a origem da posição neutral - mais um ‘assobiar para o lado’ - da (então já) Igreja Católica, perante as atrocidades cometidas pelos nazis, em especial contra judeus e ciganos.
Este ponto de partida leva-nos a reencontrar Larry Max, o agente do fisco norte-americano que protagoniza a actual colecção ASA/Público, empenhado em investigar os movimentos financeiros de um dos principais homens do Banco Vaticano, o que o levará numa longa investigação por meio mundo, em que são abordados temas como a lavagem de dinheiro, as sociedades secretas, o controlo na sombra de responsáveis de bancas, empresas, instituições e países, e o financiamento do terrorismo, numa história desenvolvida em crescendo que - como todas as que abordam as finanças e as (eventuais) ligações perigosas das instituições católicas, uma temática em voga nos nossos dias - levanta muitas questões e suscita muitas dúvidas sem, na prática lhes (poder) dar uma resposta cabal.
Para o maior interesse desta fase da série, originalmente datada de há uma dúzia de anos atrás, tem um peso importante a exploração do passado e do presente, quer de Larry, quer de Gloria/Kate, o que contribui não só para dar espessura e consistência às principais figuras, mas também para garantir continuidade a uma narrativa de fundo que acaba por ser o cerne de I.R.$, onde as diversas investigações fiscais surgem como episódios pontuais na vida de Larry.

I.R.$ #5: Ligações Romanas/A Sociedade dos Assassinos
Desberg (argumento)
Vrancken (desenho)
ASA+Público
Portugal, 28 de Abril de 2018
240 x 320 mm, 96 p., cor, capa dura
11,90 €

(clicar nas imagens para as apreciar em toda a sua expansão)

4 comentários:

  1. Paulo Pereira13/4/18 21:31

    Uma serie que continua a sua publicação em França?

    ResponderEliminar
  2. Esta coleção integra todos os livros até agora publicados. Sendo que a ultima edição, Kate's hell, foi editada em 16 de junho de 2017. Neste momento a serie tem 2 series derivadas (irs team e irs all watcher) e Rosberg continua à frente, da já mencionada serie, escorpião.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Onde se lê Rosberg deverá ser lido Desberg. É no que dá quando escrevo no tablet :-)

      Eliminar
    2. Paulo Pereira14/4/18 01:35

      Boa noite. Muito obrigado pela informação.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...