Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

15/03/2018

S.O.S. na Idade da Pedra


Peculiar


Assinada por dois nomes (muito) grandes da BD portuguesa, esta edição datada de 1977 - descoberta por acaso numa feira de antiguidades (ou velharias…?) - revelou-se surpreendente a vários níveis.

Desde logo, enquanto objecto. Editada pela Portugal Press, em formato italiano - assim pensada desde o início ou por razões que desconheço? - distinguia-se com certeza das restantes publicações da época. Num tempo em que a BD vivia nos quiosques, onde se multiplicavam as revistas regulares, este S.O.S. na Idade da Pedra assume-se como ‘álbum’ (na acepção de título único), embora em termos físicos estivesse muito longe do nosso conceito actual. A capa fina distinguia-se do restante papel pela sua maior qualidade (embora menor gramagem), pela cor branca (e não amarelada) e por ser (a única) impressa a cores.
Outro aspecto curioso, é o facto de as 36 páginas da história ocuparem integralmente a publicação, da própria capa à contracapa, versos incluídos. A excepção é a magra ficha técnica, na terceira página, numa edição, assim, integralmente usada para publicar BD.
Em termos narrativos, a primeira peculiaridade que ressalta é a participação dos dois autores na aventura, que decorre maioritariamente nos tempos primitivos, entre homens das cavernas e feras da época (?). Abrindo com o arranque do acto criativo em conversa a dois, esta é uma aventura recheada de acção, centrada no confronto entre duas tribos pela disputa de um território, com uma boa dose de romance - singelo e respeitador…! - e algum humor, resultante muitas vezes da presença dos autores - quase repórteres - no local em que ela decorre.
Escrita por Edgar Caygill - um dos muitos pseudónimos de Roussado Pinto, aqui igualmente editor - tem o traço inconfundível de Victor Péon (assim designado nesta edição). Aqui e ali com alguns textos de apoio redundantes e com maniqueísmos próprios da época que lhe provocaram algum envelhecimento, revela-se mesmo assim uma leitura agradável e, principalmente, curiosa, como um não-exemplo da banda desenhada que se fazia – e publicava - no nosso país há 40 anos.

S.O.S. na Idade da Pedra
Edgar Caygill (argumento)
Victor Péon (desenho)
Portugal Press
Portugal, 1 de Outubro de 1977
270 x 185 mm, 36 p., cor (capa) e pb, capa mole
15$00 (à data da edição)

(imagens recolhidas no blog Kuentro; clicar nelas para as aproveitar em toda a sua extensão)

4 comentários:

  1. Boa tarde, Trata-se de reedição de uma história publicada nos anos 50 no Mundo de Aventuras. Carlos Silva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela informação, que desconhecia (e que, confesso, podia ter procurado...).
      Boas leituras!

      Eliminar
  2. Bom dia,

    Tenho como "Suplemento do Jornal do Cuto".

    ResponderEliminar
  3. Mas foi publicado primeiro no mundo de aventuras .

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...