Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

29/05/2017

Platinum End #1

Expectativas






Nova série da Devir, Platinum End arrasta consigo - pelo menos para mim - o peso de expectativas altas.
A razão? Os seus autores são Tsugumi Ohba e Takeshi Obata, autores de Death Note, uma das leituras manga que eu mais recomendo.
Mas há mais pontos de contacto - pelo menos neste início de relato: o tom de mistério e surpresa que preside à narrativa e a hábil combinação entre o mundo real e o fantástico.
Se Death Note assentava na vinda ao mundo dos humanos de um demónio - e não se deixem enganar por este resumo que tem tanto de justo quanto de insuficiente e limitador - em Platinum End, a acção desencadeia-se quando um anjo impede o suicídio de Mirai, o jovem protagonista.
Para além dessa salvação, o anjo concede-lhe umas asas que o podem transportar (quase) instantaneamente para qualquer lugar e umas flechas que fazem com que quem for atingido se apaixone perdidamente por ele durante 33 dias…
E faz-lhe uma revelação: ele é um de 13 escolhidos, que foram contemplados com um anjo (da guarda…), para participarem numa complexa competição que levará o vencedor a suceder ao Deus do mundo…
O imenso potencial da oferta em contraste com as questões éticas e morais que se lhe podem deparar - em função dos princípios de cada um dos candidatos - são o cerne de uma narrativa que arranca densa, surpreendente, estimulante e forte e que, para já, se revela à altura das (minhas) expectativas...

Platinum End #1
Tsugumi Ohba (argumento)
Takeshi Obata (desenho)
Devir
Portugal, Maio de 2017
126 x 190 mm, 192 p., pb, capa mole
ISBN: 978-989-559-370-5
EAN: 9789895593705
9,99 €

(imagens disponibilizadas pela editora; clicar nelas para as aproveitar em toda a sua extensão)

5 comentários:

  1. Comprei o primeiro do Assassination Classroom em Beja. Vou lê-lo e... decidir se adquiro o resto da série (provavelmente, aproveitando descontos de "quantidade" duarante a FdL de Lisboa).

    E na sequencia do Ass.Class., decidir se arranco "de vez" em direção a ler Mangá....

    É muita coisa em cima de um pobre livrinho :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Assassination é estranho mas divertido...
      Para tentar entrar no manga, aconselhava mais depressa o Death Note mas temos de procurar em função dos nossos gostos! No manga como na rsetante BD, há coisas melhores e outras piores, umas que nos dizem mais e outras que dizem menos...
      Boas leituras!

      Eliminar
    2. Não é bem, bem, entrar no manga. Será mais um "entrar no maga editado cá".
      Já li a série AstroBoy (recomendada pelo Nuno Amado) e gostei.
      Mas tenho algum recei das editora portuguesas, devido à alta quantidad de séries que ficam por terminar.
      Sendo (normalmente) manga, coisa de tamanho "telenovela", provoca-me um certo formigueiro.
      Mas tenho visto que a Devir tem... editado regularmente, pelo que vou dar uma hipotese.

      Eliminar
  2. Assassination Classroom não gostei. Vou experimentar este.
    Adorei o Tokyo Ghoul

    ResponderEliminar
  3. Eu manga também li muito pouco 2 volumes que saíram a uns anos,1 volume de Battle Angel Alita brasileiro e tenho aqui o All You Need is Kill,a meses na pilha de comics.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...