Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

22/05/2017

Mulher Maravilha (colecção Levoir/Público)



Começa já na próxima quinta-feira, dia 25 de Maio, a nova colecção de banda desenhada editada pela Levoir e distribuída com o jornal Público, dedicada à Mulher Maravilha.
São cinco volumes com prefácios, extras, uma introdução à história da personagem (que também pode ser melhor conhecida seguindo este link para o artigo dedicado aos 70 anos da super-heroína) e uma cronologia detalhada. O número de páginas é variável, as cinco lombadas formarão uma imagem da protagonista e o preço será de 11,90 € por volume.

A colecção
(resumos retirados das contracapas dos livros)

25 de Maio
Volume #1
Terra Um
Grant Morrison (argumento)
Yanick Paquette (desenho)
Terra Um apresenta o re-imaginar das origens da Mulher Maravilha, contadas de modo ao mesmo tempo provocador e intemporal.
Diana de Temiscira viveu toda a vida na ilha paradisíaca das amazonas mas, ao decidir aventurar-se pela primeira vez no mundo dos homens, será perseguida e julgada pelas outras amazonas pelo seu crime de ter desafiado as suas mais antigas tradições.

1 de Junho
Volume #2
Um por todos
Christopher Moeller(argumento e desenho)
Quando o oráculo das amazonas profetiza que a Liga da Justiça está fadada a ser destruída por um antigo e maléfico dragão, a Mulher Maravilha terá primeiro de derrotar as suas companheiras, ara as impedir de confrontar esse inimigo e, de seguida, embarcar numa busca perigosa para descobrir a chave da vitória contra o dragão.

8 de Junho
Volume #3
A Hiketeia
Greg Rucka (argumento)
J.G.Jones (desenho)
A Mulher-Maravilha aceita tomar sob sua protecção uma jovem humana, Danielle Wellys, de acordo com a Hiketeia, um antigo ritual consagrado pelos deuses, e terá de a proteger contra todos os que a perseguem… mesmo contra o Batman!
Construída sob a forma de uma tragédia clássica, esta história é um dos maiores clássicos da Mulher-Maravilha.

15 de Junho
Volume #4
Homens e Deuses
George Pérez (argumento e desenho)
O lendário George Pérez redefiniu a Mulher Maravilha para uma nova era de leitores, quando escreveu esta saga depois da Crise nas Terras Infinitas.
Esta é a história de Diana de Temiscira, filha da rainha Hipólita das amazonas, e futura super-heroína e membro da Liga da Justiça!

22 de Junho
Volume #5
Deuses de Gotham
Phil Jimenez (argumento e desenho)
Os mais terríveis deuses gregos regressam ao mundo, os deuses da discórdia, medo e terror, e combinam a essência com a dos piores supervilões de Gotham.
Batman irá necessitar de toda a ajuda da Mulher maravilha para os derrotar, especialmente quando ele próprio for possuído!

(clicar nas imagens para as aproveitar em toda a sua extensão)

8 comentários:

  1. A primeira coisa que salta aos olhos é o aumento de preço.
    Mas, como sabemos que já à algums anos que estava a 9.90.... creio que seria inevitável o seu aumento mais tarde ou mais cedo...

    Entrando agora na coleção; já foi aqui referido algumas vezes, que tal como o Pedro Cleto, eu também não era fã (leia-se, leitor habitual), dos comics Marvel/DC, pelo que fico sempre satisfeito por ter obras que "definem" os inícios e sobretudo, as personalidades das personagens.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas: eu acrescentaria mesmo que esta colecção em particular é quase um best-of da personagem, e ajuda a defini-la perfeitamente. mesmo quem não é especialmente fã de super-heróis tem aqui cinco livros inteiramente autoconclusivos e muito variados, que serão interessantes quaisquer que sejam as preferências dos leitores.

      Terão duas origens da personagem, uma clássica, espectacular, do George Pérez, que quase que nem é bem história de super-heróis, porque coloca essencialmente em cena os deuses, a mitologia, etc... e uma reinterpretação moderna pelo Grant Morrison que é muito boa e divertida, e excpecionalmente bem desenhada e planificada; têm uma saga movimentada (essa MUITO saga de supers) que é basicamente uma sequela do livro do George Pérez (Deuses de Gotham), que põe também em cena os heróis e vilões do Batman; e duas graphic novels bem boas, e uma delas espectacularmente pintada.

      Pessoalmente, acho que não era fácil fazer uma melhor selecção!

      Eliminar
  2. E a próxima colecção vai ser reservada a que super-herói sr Freitas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, mesmo que já estivesse decidido, não o poderia revelar, compete à Levoir fazer esse tipo de anúncios!

      Eliminar
  3. Voltem a lançar uma colectânea estilo Sandman, que lançaram em 2016, não teimem sempre nos super heróis, começa a enjoar ;)

    ResponderEliminar
  4. A lombada e as capas desta colectânea estão perfeitas, parabéns.

    ResponderEliminar
  5. Voltem a lançar uma colectânea estilo Sandman, que lançaram em 2016, não teimem sempre nos super heróis, começa a enjoar ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ricardo,
      São as colecções de super-heróis, mais vendáveis e certas, que permitem arriscar depois em colecções como o Sandman...
      Mas há que ter calma, porque Junho vai trazer - embora em moldes diferentes - duas boas surpresas...
      Boas leituras!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...