Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

09/02/2017

Histórias Paulistanas

Entre marido e mulher…

As parcerias ao nível do casal, no que à criação de BD diz respeito, marcaram uma época, os anos 1960/70, pelo menos no que à banda desenhada franco-belga diz respeito, principalmente nas duplas marido desenhador/esposa colorista, potenciadas pela proximidade.
Como excepção a esta regra, distinguiram-se, por exemplo, Liliane e Fred Funcken, responsáveis por dezenas de histórias curtas e séries.
Histórias Paulistanas – que tem apresentação em São Paulo no  dia 11 (ver convite abaixo) – é um exemplo contemporâneo desse tipo de 'colaboração conjugal’.
Escritas por Lica de Souza e desenhadas pelo seu marido Flávio Luiz, são apontamentos curtos que revelam pequenos (às vezes grandes) nadas do quotidiano de São Paulo. Poderiam – quase todos – serem transportados para qualquer grande cidade, global, impessoal, anónima, mas nalguns há algumas especificidades que os ancoram àquela metrópole brasileira.
Num caminho similar ao que tem sido seguido por diversas criações contemporâneas espanholas, por exemplo, Lica e Flávio forçam, no bom sentido, a sua localização em São Paulo, para facilitar a interacção com o leitor que (re)conhece – da televisão ou da própria vida – os locais da acção, mas sem de forma alguma limitar a leitura a quem seja de fora.
Álbum de retratos humanos, uns poucos das centenas, milhares, milhões que podiam ter sido feitos, Histórias Paulistanas - no tal cenário anónimo e impessoal – assume diversos tons à medida dos intervenientes e do que a vida lhes quis fazer – ou do que eles quiseram fazer da vida.
A perseguição determinada de um sonho infantil que acaba em (violenta) tragédia colateral, a incómoda solidão da velhice em oposição ao ritmo desenfreado a que nos obriga(mos n)a vida citadina, o racismo (ainda) latente que afasta crianças, regressa em adultos e crianças e se perpetua pelas gerações à espera do momento certo para eclodir… são alguns dos temas abordados nestas histórias, narradas de forma fluída, num traço rápido, legível e dinâmico - a que a capa não faz jus. São histórias reconhecíveis, que têm por palco espaços urbanos - o clube, a praça, a rua… - onde todos nos cruzamos, encadeadas umas nas outras habilmente e de forma muito conseguida, juntas na criação de uma unidade maior, assente no modo tangencial como as diversas vidas se tocam e cruzam, numa banda desenhada – história em quadrinhos! - que abre no papel mais umas quantas janelas para as vidas – as pessoas… - que (co)existem ao nosso lado, tão próximas e tão distantes de nós…
 
Histórias Paulistanas
Lica de Souza (argumento)
Flávio Luiz (desenho)
Papel A2 Texto & Arte
Brasil, Janeiro de 2017
170 x 260 mm, 76 p., cor, capa mole
R$ 46,00

(imagens cedidas pelo autor; clicar nelas para as apreciar em toda a sua extensão)

3 comentários:

  1. Pedro, muito obrigada por sua leitura tão cuidadosa de nosso trabalho. Lica

    ResponderEliminar
  2. Anónimo9/2/17 20:27

    Pedro ,emocionados e motivados com sua leitura tão profissional do nosso recente lançamento!Muito Obrigado!Renova as esperanças de que, um dia, teremos uma ediçao portuguesa!!rsrs!!!

    ResponderEliminar
  3. Maravilha de matéria. Ainda mais vontade de ter essa edição logo em mãos.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...