Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

24/11/2016

Nas bancas: Sandman #8








“A Estalagem no fim do Mundo”, oitavo volume dos onze que formam a Colecção Sandman, é um conjunto de histórias curtas interligadas sem relação directa com a narrativa central da saga, mas que exploram outras facetas e momentos desse mesmo universo.
Verdadeiro conto de fadas para adultos, A Estalagem é uma versão moderna dos Contos de Canterbury, em que, depois de um acidente de carro durante uma tempestade, Brant Tucker, o protagonista desta história, vai parar a uma estalagem onde encontra pessoas de todas as eras, reinos e dimensões. Na verdade, a estalagem serve de abrigo a pessoas perdidas durante “tempestades de realidade” e, enquanto esperam que a tempestade termine, contam histórias umas às outras, histórias extraordinárias, como a do conto sobre o sonho de uma metrópole, ou o encontro com uma gigantesca serpente marinha. E contos encaixados dentro de contos, e dentro das quais outras personagens contam outras histórias, como em A necrópole.
Foi também incluída neste volume uma das mais belas e populares histórias deste universo, Ramadão, que na versão original dos volumes está incluída no vol. 6, outra recolha de histórias curtas sem relação directa com a história central.
Neil Gaiman construiu em  “A Estalagem no fim do Mundo” uma fabulosa mitologia contemporânea, capaz de unir num mesmo universo, histórias de super-heróis, contos de terror, literatura clássica, cinema, rock and roll e artes plásticas. Nunca até então uma série de banda desenhada tinha alcançado junto do público e da crítica tanto sucesso.

Na quinta feira, 24 de Novembro, com o jornal Público poderá ler todas as histórias que compõem este extraordinário volume.

  

  

  


(texto e imagens disponibilizados pela editora; clicar nelas para as apreciar em toda a sua extensão)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...