Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

21/11/2016

Les Nouvelles Enquêtes de Ric Hochet #2: Meurtres dans un jardin français








E, como muitos pensavam, a transformação numa série em curso do que não devia ser mais do que uma bem conseguida homenagem a um dos heróis mais populares da revista Tintin, revelou-se um grave erro.
Falo de Les Nouvelles Enquêtes de Ric Hochet, escritas por Zidrou e (bastante mal) desenhadas por Van Liemt.
Começando por este último, a constatação óbvia é que não aprendeu com a prática e as deficiências demonstradas no álbum de estreia, são bem mais profundas do que apenas inexperiência. Os rostos continuam indefinidos e pouco expressivos, há problemas notórios de proporções ao nível do corpo humano e de umas personagens para outras e as viaturas também oferecem diversas imprecisões (para só chamar assim), embora execute um trabalho melhor ao nível de cenários e arquitectura.
Quanto ao argumento de Zidrou, que tinha sido brilhante em Descansa em paz, Ric Hochet!, explorando e subvertendo os  clichés em que Duchateau e Tibet se apoiaram durante décadas, de alguma forma segue o padrão estabelecido com vários momentos de suspense, a quase morte de Ric ou o volte-face final nos dois casos que decorrem em paralelo - uma investigação sobre um misterioso indivíduo conhecido como Nyctalope e os assassinatos cometidos por uma bela jovem nos Jardins de Luxemburgo – no que poderia ser apenas uma continuação inócua. No entanto, perde(-se) sobremaneira por exacerbar o lado mais caricatural da série, ridicularizando-a – na relação de Ric com o director do La Raphale, nos seus ‘problemas’ domésticos, no posicionamento do comissário Bourdon, na condução de Nadine… - o que acaba por soar estranho ao leitor (para não escrever mais) e descaracterizar ainda mais o seu tom, acentuando o que o desenho já tinha feito.

  

Les Nouvelles Enquêtes de Ric Hochet #2
Meurtres dans un jardin français
Zidrou (argumento)
Simon Van Liemt (desenho)
Le Lombard
Bélgica, 18 de Novembro de 2016
222 x 295 mm, 56 p., cor, capa dura
EAN 9782803636891
12,00 €


(imagens disponibilizadas pela editora; clicar nelas para as aproveitar em toda a sua extensão)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...