Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

04/11/2016

Le Rapport de Brodeck










Que escrever quando a leitura de uma obra nos deixa sem palavras?
O mínimo possível, o mais directo possível.

Le Rapport de Brodeck é uma obra graficamente fabulosa – e foi isso que primeiramente (e mais) me marcou. A transmutação do traço de Manu Larcenet, de um registo habitualmente semi-caricatural e pleno de cor, para um registo hiper-realista, detalhado, a preto e branco, nascido de um hábil jogo de contrastes em que por vezes nos custa a perceber se traçou o negro na folha branca ou esculpiu o branco em fundo negro, não só é surpreendente mas é principalmente deslumbrante e causa um impacto que permanece no leitor para lá do fecho do(s) livro(s). Impacto aumentado pelo formato italiano…
É com o desenho, muitas vezes mudo, que Larcenet gere os tempos da história, compassa o seu ritmo, multiplica os silêncios e nos deixa estupefactos face a um relato denso, pesado, incómodo e perturbador. Um relato que tem por centro uma pequena aldeia, num país desconhecido, perdida num vale agreste e inóspito entre montanhas; uma pequena aldeia que, pressionada pelo desconhecido, pelos efeitos da guerra e pela presença do invasor, tende a fechar-se sobre si própria e a expurgar-se de tudo que possa ser minimamente diferente, estranho ou de outra origem, revelando-se depois incapaz de viver com as memórias que os seus actos criaram.
Metáfora sobre o racismo, a intolerância, a xenofobia e os perigos que tais sentimentos desencadeiam, qual bola de neve a rolar imparavelmente por uma encosta, Le Rapport de Brodeck é uma obra poderosa que urge ler. Nas linhas escritas, nas entrelinhas e no soberbo desenho que a suporta.

 

 

 

 

 

 

 

 
Le Rapport de Brodeck
Volumes 1 : L’Autre
Volume 2 : L’Indicible
Manu Larcenet
Dargaud
França, Abril de 2015/Junho de 2016
292 x 236 mm, 160 p. / 168 p., pb
EAN 9782205073850 / 9782205075403
22,50 € / 22,50 €

(imagens disponibilizadas pela editora; clicar nelas para as aproveitar em toda a sua extensão)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...