Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

09/11/2016

Harrow County #1









Se o terror nunca foi um género principal no que à BD diz respeito – nem mesmo nos áureos anos 1950 – a verdade é que regularmente ressurge e surpreende.

Este primeiro volume de Harrow County, correspondente aos primeiros 4 comics da série, como é sempre bom recordar – é mais uma prova do que acima escrevi.
[Mas cuidado que vêm aí spoilers...!]
Começa com o assassinato de uma (pseudo?) bruxa pela população agradecida mas também atemorizada e termina com a sua ressurreição(?). Termina, não, recomeça (no próximo volume) mas até podia – pode - ser lida como uma história fechada.
Como fechado é o meio, pequeno, rural, confinado sobre si próprio que lhe serve de cenário e onde os pequenos nadas, tudo que foge à rotina, parece ganhar proporções desmedidas. Ou ganha mesmo.
Conto assumidamente de terror, cujos contornos absolutos ainda estão por definir, Harrow County, neste primeiro volume é também a história da jovem Emmy, cuja chegada aos 18 anos aparentemente não traz maiores ambições do que continuar a viver na pequena quinta onde ajuda o pai nos trabalhos agrícolas. Com uma única amiga, sem relacionamentos (nem perspectivas de tal) com rapazes da sua idade, vai ver toda a sua existência afectada pela maldição que aparentemente paira sobre a região e obrigá-la a lutar pela sua vida mas também pela sua própria afirmação e pelo reconhecimento dos outros.
Narrativa de terror, não tanto psicológico porque o leitor vai vendo o mesmo que a protagonista,e assumindo as mesmas duvidas que ela, que pode ser lida como fechada, mas com muitas pontas soltas e potencial para ser mais do que o que é mostrado neste Assombrações sem fim, Harrow County, se não agarra de imediato - como faz Southern Bastards, por exemplo, só para citar outra série da G. Floy – justifica para já o acompanhamento, tal como indicavam os prémios e menções positivas que recebeu.

Pode soar absurdo, mas escrevo na mesma. A galeria com arte de diversos autores, incluída no completo dossier que fecha este livro, levanta um problema: a comparação com a arte original. Avaliando apenas a partir destes exemplos – não tenho mais para comparar - gostava de ter visto Harrow County desenhado por Joëlle Jones…

Harrow County volume 1: Assombrações sem Fim
Reúne os #1 a 4 de Harrow County
Série prevista para um total de seis volumes
Cullen Bunn (argumento)
Tyler Crook (desenho)
175 x 260 mm, 136 p., cor, capa dura
ISBN: 978-84-16510-20-7
PVP: 9,99€

(imagens disponibilizadas pela editora; clicar nelas para as aproveitar em toda a sua extensão)

1 comentário:

  1. No segundo parágrafo o Pedro conta a história toda do livro. Isso não se faz.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...