Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

16/08/2016

Criminosos do Sexo #1










Até que ponto controlamos o sexo? Até que ponto o sexo nos controla? Criminosos do Sexo dá respostas que nunca ouviu e abre perspectivas que nunca imaginou…

Suzie e Jon têm uma maldição. Ou uma bênção. Quando atingem o orgasmo, o tempo pára à sua volta e eles são os únicos quee se conseguem mover. Quando o acaso os junta, decidem aproveitar esses momentos de ‘Calmaria’ - como ela lhes chama – para roubarem bancos. Estranho? Confuso? Garanto que não fica por aqui.
O que os move, à partida, é subtrair pequenas quantias para pagar a hipoteca do edifício onde existe a pequena biblioteca onde Suzie trabalha e que o banco pretende demolir.
Quando finalmente estão prestes a obter o que pretendem, durante o assalto acontece algo inesperado e a vida dos dois sofre (mais) uma enorme reviravolta.
Se este é o resumo dos momentos de acção que constituem o ‘icebergue’ de Criminosos do Sexo, como pano de fundo – ou narrativa principal? – Matt Fraction constrói uma trama - de conteúdo para adultos... -  que vai entrecruzando com aquela, na qual nos narra a viagem sexual iniciática de Suzie e Jon – primeiro a’ solo’, depois já juntos – sempre com o sexo, omnipresente, como tema e fio condutor, e, embora raramente de forma gratuita ou chocante, sempre provocatório...
Apesar do encadeamento de sucessivos flashbacks, Criminosos do Sexo flui naturalmente, de forma enleante e desafiadora, levando o leitor a querer sempre mais e ávido da continuação que este primeiro tomo – apesar de tudo, de alguma forma autoconclusivo – promete e exige.

Nota final
A questão – que tem perpassado por muitos comentários aqui no blog - vai surgir, estou certo, por isso aqui fica, em antecipação, uma achega para a discussão. Se comparada com as edições da G. Floy, esta é uma edição mais cara, para mais de capa mole. Mas, se comparada com os volumes de The Walking Dead da mesma Devir, vemos que a editora conseguiu uma edição a cores ao mesmo preço de uma a preto e branco... Co-edição (no caso da G. Floy) e, digo eu, diferença do custo dos direitos e das tiragens, justificarão as diferenças que podem baralhar alguns leitores…

Criminosos do Sexo #1
Um truque estranho
Matt Fraction (argumento)
Chip Zdarsky (desenho)
Devir
Portugal, Agosto de 2016
170 x 260 mm, 136 p., cor, capa mole
ISBN: 978-989-559-263-0
9789895592630
14,99 €

(imagens disponibilizadas pela editora; clicar nelas para as aproveitar em toda a sua extensão)

6 comentários:

  1. Uma BD que promete quer pela historia, quer pela arte que me pareceu bastante interessante, e já agora pela descrição que o Pedro faz.

    Quanto à "polémica" do preço só quem não quer saber estranha essas questões. É natural que à partida as pessoas estranhem a diferença dos preços, mas com tanta informação a começar por aqui, já só não sabe como funciona o mundo editorial quem não quer.
    Outra questão será a de quem preferir (em primeiro lugar) as edições da G Floy pelo preço (são cerca de menos €5 em média) e pela qualidade.

    Boas leituras

    ResponderEliminar
  2. As diferenças do quê justificam o preço Pedro? Lol é verdade sim senhor que há quem ande muito baralhado, mas descansa Pedro que não são os leitores...

    ResponderEliminar
  3. Eu aguardei pela edição da Devir e quando vi que iria ser igual ao Walking Dead fiz o mesmo: comprei a edição de luxo da Image. E feitas as contas acabo por pagar o mesmo... As da G-Floy nem que tenha que esperar 10 anos, aguardarei sempre com paciência. Vale a pena!!

    ResponderEliminar
  4. e pelos vistos ainda vem por ai Fade out e criminal do ed brubaker , cage max do azzarello e Loki do esad ribic para este e para o proximo ano com a continuação das series southern bastards velvet(que só falta 2 volumes) saga tony chu e alias (que faltam 3) estamos lançados para uma verdadeira geração de ouro de publicações em portugal ah e ja me esquecia do fantastico Miracleman(Marvelman) que vai sair agora em setembro e posteriormente em novembro/dezembro a edição do neil gaiman seria muito bom também se com as series da netflix fosse possivel publicar demolidor do bendis (como o alex maleev vem cá a portugal) e para o ano iron fist do fraction/brubaker ou até o punisher max do ennis e do dillon
    Isto sem contar com o sandman e quem sabe se as surpresas como from hell e east of west da devir se realizam :D
    Também espero que algo como swamp thing preacher ou alguma coleção hellblazer(com 120 ou 150 numeros) fosse possivel ou até animal man do grant morisson seria excelente também até porque só são 3 volumes :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. East of West sinceramente não me convence. Agora Paper Girls, Descender, Outcast ou mais antigo, 100 bullets, aí sim!

      Marvels já chega... Espero q a G-Floy nao entre pelo caminho dos super herois.

      Eliminar
  5. A devir já esta a subir o preço o tpb da Image custa 9,99 e este 15:

    https://imagecomics.com/comics/releases/sex-criminals-vol.-1-tp

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...