Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

09/06/2016

A Vida Oculta de Fernando Pessoa







O que levou Fernando Pessoa a criar os seus heterónimos, de onde lhe vinha o peso de viver e a culpa pelos seus actos?
André Morgado e Alexandre Leoni encontraram a explicação. Com imaginação.

Este é um dos projectos a um tempo mais ambicioso e interessante a que a BD/HQ luso/brasileira se entregou/nos entregou no ano passado.
Escrito em Portugal, desenhado no Brasil, fez de Fernando Pessoa herói de quadr(ad)inhos. Mais, transformou-o em executor de uma sociedade secreta com a missão de limpar o mundo de seres atingidos por uma estranha maleita; na prática, eliminar zombies, mortos-vivos ‘avant la lettre’!
Com um texto que se apropria de sucessivas citações do poeta e uma linha clara, menos simples do que aparenta a uma primeira olhada, que se combinam com os tons escuros adoptados e o negrume do fundo das pranchas, A Vida Oculta de Fernando Pessoa lê-se a um tempo como uma narrativa de aventuras, uma exposição inédita da vida do poeta e uma análise inesperada da sua obra e das suas motivações que consegue equilibrar a complexidade do ser que a inspirou com a linearidade da história.
Uma abordagem original, sem dúvida – e original é o adjectivo que melhor a define - mas, mais ainda, desafiadora e estimulante porque diferente e capaz de abrir novas perspectivas sobre Pessoa.

O livro inclui um generoso caderno final com breve análise de Pessoa e dos seus heterónimos principais, esboços e uma galeria com o poeta desenhado por autores de ambos os lados do oceano.


 

A Vida Oculta de Fernando Pessoa
André F. Morgado (argumento)
Alexandre Leoni (desenho)
SESI-SP editora
Brasil, Novembro de 2015
Bicho Carpinteiro
Portugal, Maio de 2016
180 x 250 mm, 92 p., cor, capa brochada com badanas
R$ 39,00 / 13,90 €

(imagens cedidas pelo autor; clicar nelas para as apreciar em toda a sua extensão)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...