Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

08/03/2016

The Walking Dead #13: Longe demais








Se há algo que me continua a surpreender em The Walking Dead – como, a outro nível, em Tex, por exemplo, sem que haja qualquer outro tipo de convergência entre os dois registos – é o interessante nível médio dos sucessivos episódios.

É certo que o tema base – o ressuscitar dos mortos, transformados em zombies que se alimentam de carne humana e constituem uma elevada ameaça para os sobreviventes, após a completa destruição de todas as bases da sociedade actual - é desafiante e permite as mais variadas abordagens.
Mas, de certa forma em oposição, é também evidente que o recentrar da narrativa nas reacções e relações humanas perante aquele caos lhe confere um estatuto e um interesse bem superior ao que poderia ser esperado e permite a criação e laços mais fortes com o leitor, mesmo que recorrentemente este se possa sentir abalado pela morte de alguns daqueles que até aí tinham ocupado o primeiro plano.
Por isso, mais uma vez, apesar dos momentos de acção que continua a existir, Longe Demais é sobre uma nova (re)adaptação do grupo de Rick à nova realidade, a vida (quase) normal em Alexandria, encarada entre a esperança e a desconfiança, e onde – para o bem e para o mal - volta a haver espaço para o que vemos no nosso próprio quotidiano: relações normais, escola, ocupações regulares ou mesmo algo tão simples como o estabelecer de novas amizades mas, também - e também por isso - violência doméstica, invejas, culpa, relações cruzadas...
Uma pausa (?) normal na anormalidade vigente que permite a Kirkman (re)estruturar o grupo, descartar personagens esgotadas (?) e incluir outras novas que possibilitem explorar outras abordagens à(s) vida(s) na nova sociedade em constante reformulação.

The Walking Dead #13: Longe Demais
Robert Kirkman (argumento)
Charlie Adlard (desenho)
Cliff Rathburn (tons cinzentos)
Devir, Portugal, Março de 2016
168 x 258 mm, 136 p., pb e cinzento, brochado
ISBN: 978-989-559-278-4
14,99 €

2 comentários:

  1. E ninguém se habilita a editar Outcasts que vai dar na Fox e Powers uma reedição do volume 1 que tem serie na Mov e tv Series!!??

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Duas boas sugestões, Optimus!
      Com o actual panorama editorial, não seria surpresa se aparecessem por aí...
      Boas leituras!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...