Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

19/02/2016

Ultimate FF: Los más Extraños del Mundo







Este tomo, é um dos oito livros publicados no estrangeiro em Janeiro com participação portuguesa – no caso André Lima Araújo - e marca o princípio e – curiosamente – o fim de mais uma etapa no universo Marvel.

Ultimate FF foi um dos títulos lançados pela Marvel no seu universo Ultimate – entretanto cancelado - aquando da sua última remodelação, em 2014.
A ideia era partir de um ‘quarteto fantástico’ diferente – no número e na constituição - sob a capa da Fundação Futuro, para explorar os mais estranhos universos.
Por isso, os protagonistas desta história, ambientada numa Terra alternativa, são Sue Storm, Iron Man, Falcon, Machine Man, Phil Coulson e Dr. Doom, embora, depois, alguns dos laços e temas originais sejam introduzidos a par da exploração de outros relacionamentos e situações.
Apesar de tudo isto - e da vontade assumida pelo seu escritor, Joshua Hale Fialkov, de a aproveitar para unir algumas pontas espalhadas em propostas anteriores – os pressupostos conduziram ao cancelamento da (então) nova revista Ultimate FF ao fim de apenas 6 números, exactamente os que se encontram compilados neste volume, o centésimo (!) da linha Ultimate da Panini espanhola.
Na origem da narrativa está o aparecimento de um portal transdimensional, o que provoca a chamada da Fundação FF. A passagem à nova dimensão para conter as previsíveis ameaças vai reacender paixões (Namor/Sue) e ódios (Namor/Namorita) latentes, proporcionar encontros (alguns deles sem dúvidas estranhos), revelar situações e relacionamentos (Sue/Bem Grimm) inesperados, como inesperada vai ser a solução para o problema.
Se Fialkov vai gerindo de forma relativamente competente o elevado número de participantes e as sucessivas mudanças de paradigma assumidas, numa narrativa de ritmo elevado, as suas boas intenções são prejudicadas pelas demasiadas referências a acontecimentos do passado dos intervenientes.
E se esta poderá ter sido uma das razões para o cancelamento do título, a mais significativa, a meu ver, recai na escolha (desastrosa) do desenhador titular, o pouco interessante, inexperiente e demasiado ‘verde’ Mario Guevara, possuidor de um traço algo classicista e demasiado rígido, cuja profusão de riscos confere um ar empedernido aos protagonistas e retiram quaisquer laivos de um eventual dinamismo, para além de não denotar – pelo contrário – grande evolução ao longo das páginas.
Um tiro no pé no lançamento de um novo título que nem a tentativa de emenda, a meio do terceiro comic, com a substituição de Guevara pelo português André Lima Araújo, veio remediar. Este último, em mais um trabalho para a Marvel, tentou fazer uma transição (demasiado?) serena entre o grafismo original e a sua linha clara, com influências assimiladas de Moebius e dos mangakas Otomo ou Shirow, e entre o escuro tom cromático original e uma coloração mais viva e quente, mas já não foi a tempo de ‘salvar’ o título, mas, possivelmente, é necessário procurar mais fundo pelas explicações para o seu fim.

Ultimate FF: Los más Extraños del Mundo
Collecionable Ultimate 3100
Inclui Ultimate FF #1 a #6 USA (2014)
Joshua Hale Fialkov (argumento)
Mario Guevara, Tom Grummett e André Araújo (desenho)
Juan Viasco, Scott hanna, Mark pennington, jay Leisten e André Araújo (arte-final)
Panini Comics, Espanha, Janeiro de 2016
ISBN: 9788490944684
170 x 260 mm, 136 p., cor, cartonado, 9,99 €

1 comentário:

  1. Nao estaria ja a Marvel a vender o comic por temporadas como fez com os Ultimates!!???

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...