Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

16/02/2016

J. Kendall #117








Um registo diferente, na continuidade da série, abre mais um volume – duplo – de J. Kendall – Aventuras de uma criminóloga, actualmente distribuído em Portugal.

A novidade de Pela melhor oferta, vem do esquema narrativo escolhido: a fazer recolha de informação para um livro a editar proximamente, a jornalista Tina Davis, da Garden TV entrevista longamente o sargento ‘Big’ Ben Irving sobre um caso que ele resolveu em parceria com Julia.
É o caso do desaparecimento de uma estudante universitária, cuja investigação – recheada de inflexões - vai mergulhar no submundo do sexo no ciberespaço, enquanto aborda questões sociais prementes e relevantes: as relações pais/filhos, a facilidade da mentira, a falta de objectivos, a busca de soluções fáceis, como a origem dos perigos está muitas vezes onde menos se espera…
Se, em termos temáticos, esta opção nada altera nas linhas mestras da série, oferece o protagonismo a Tina Davis e Ben Irving e abre uma oportunidade para aprofundar o carácter de ambos e dar espessura – e no caso deste último também humanidade, pela situação em que (platonicamente?) se vê envolvido – a duas personagens recorrentes, secundárias, sim, mas fundamentais no universo que Berardi criou e que com mestria tem desenvolvido de forma global e coerente.
Ao mesmo tempo, de forma menos evidente, mas talvez até mais forte, revela (muito) mais sobre Rose Irving, tantas vezes presente sob um manto de invisibilidade cujas razões este caso agora (re)contado ajuda a perceber.

O mesmo se passa, de certa forma, em Os Suicidas, segundo conto deste volume, em que a passagem de Julia por Dunveary, cidade natal do Dr. Tait, é o pretexto para dar protagonismo ao médico legista forense de Garden City, numa investigação sobre o (eventual) suicídio, a intervalos regulares, de 11 jovens locais, no que parece ter como ponto de partida um pacto comum.
Dessa forma, a temática encontra diversos pontos de ligação com a história anterior e confere a este número de J. Kendall – Aventuras de uma criminóloga, uma consistência ainda maior do que a que habitualmente existe.

J. Kendall #117 - Aventuras de uma criminóloga
Pela melhor oferta + Os Suicidas
Histórias originalmente publicadas em Julia #128 e #129
Berardi, Calza e Mantero (argumento)
Roberto Zaghi e Enio (desenho)
Mythos Editora, Brasil, Julho/Agosto de 2015
135 x 180 mm, 260 p., pb, capa mole, bimestral
R$ 20,50 /10,00 €

(Pranchas provenientes do blog pessoal de Roberto Zaghi)

4 comentários:

  1. Boa noite.
    O preço desta edição, parece ligeiramente caro :)
    O 9 intrometeu-se nos 10€.
    Ainda assim a conversão da moeda ficaria em 4,5€,.. deduzo que por motivos de transporte da distribuidora, o valor monetário da revista aumente.

    Luís Campos



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Luís Campos,
      Desta vez não foi iniciativa estranha da distribuidora, apenas um problema derivado do recorrente 'corta e cola'!
      Já corrigi, o preço são mesmo 'só' 10,00 €...
      Boas leituras... a preço certo!

      Eliminar
  2. Uma das melhores séries publicadas em Portugal. Obrigado por a divulgar. Só é pena não estar melhor distribuída, é muito difícil encontrar à venda em Lisboa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo que é uma excelente série, daí também o facto de a referir tantas vezes.
      Infelizmente as edições da Mythos têm uma distribuição limitada e pouca visibilidade. É tentar descobrir um sítio que costume receber e pedir para reservar...
      Boas leituras!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...