Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

22/01/2016

Old Pa Anderson








O que continua a surpreender-me, em cada novo (re)encontro com Hermann, é a sua invulgar capacidade de trabalho, pese embora os já 77 anos que conta. Mas que não se notam no seu traço fantástico.

Hoje posto à venda, Old Pa Anderson, história simples – documentário ficcionado? – da segregação racial e do ódio aos negros, uma realidade que os EUA viveram durante décadas, em especial nos estados sulistas, vem comprová-lo, um ano após Sans pardon, o seu registo anterior.
A expressividade dos rostos mantém-se; a legibilidade das pranchas permanece a mesma; a planificação, de registo tradicional, está ao serviço da história e serve para a ritmar; o traço, - senhores! - o traço continua soberbo e superiormente servido por um trabalho de sombras notável e por umas cores directas deslumbrantes… Tudo como se Hermann estivesse – e não está? – no auge das suas capacidades.
Com este – magnífico – suporte Yves e Hermann, filho e pai, levam-nos num relato duro, cru e violento, até ao sul dos Estados Unidos, já no início dos anos 1950, para desenrolarem perante os nossos olhos – sempre incrédulos como tanta violência e ódio foi possível – uma história de vingança levada a cabo por um negro contra os três brancos que raptaram, violaram e mataram a sua filha menor.
Uma história linear mas bem narrada, quase sem surpresas mas aqui e ali capaz de surpreender, de denúncia e apelo à memória e que, afinal, se enquadra nas temáticas – humanas - que Hermann mais vezes privilegiou.

Old Pa Anderson
Colecção Signé
Yves H. (argumento)
Hermann (tdesenho)
Le Lombard
França, 22 de Janeiro de 2016
241 x 318 mm, 64 p., cor, cartonado
EAN: 9782803636693
14,45 €


Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...