Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

01/01/2016

Melhores de 2015: Personalidades do Ano

 
Uma escolha ex-aequo entre um autor e um editor.
André Oliveira, o polifacetado argumentista de Volta, Casulo, Living Will, Gentleman, Tormenta, Vil, Milagreiro..., e José de Freitas, directa ou indirectamente, ligado a cerca de um quarto das edições lançadas em Portugal em 2015.

Amanhã - Melhores de 2015: Outros livros

5 comentários:

  1. Grande escolha! JF decisivo na edição e cooperação de grandes obras da 9 arte em português.

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Sei que nunca se coloca a coisa nesta perspectiva, mas acho que embora estas personalidades sejam justas, justíssimas mesmo, diria que falta ver ainda uma perspectiva.
    Se a edição de autores portugueses está cada vez mais melhor é também pelo enorme esforço dos desenhadores. Quem trabalha tantas vezes como freelancer, é somente com um grande amor pela banda-desenhada que consegue levar a cabo tantas das brilhantes obras que saíram este ano. Deste modo, não consigo deixar de achar que o Kong da King, por ser um livro de 140 páginas (desenho, argumento e cor), um objecto genial em qualquer parte do Mundo faz o seu autor, o Osvaldo Medina como uma das figuras do ano. E se um argumentista pode ter mais que um obra por ano, os artistas podem é publicar regularmente, o que é o caso do Osvaldo. Portanto cá fica a opinião.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Opinião justa, Fernando.
      Mas, em minha opinião, em termos de visibilidade, o André Oliveira e o José de Freitas, distinguiram-se mais - também em quantidade.
      De qualquer forma, o Osvaldo Medina também fez parte das minhas esolhas dos Melhores de 2015, pois seleccionei o Kong The King como Melhor Obra de Autor português, ex-aequo com o Volta da dupla André Oliveira/André Caetano (http://asleiturasdopedro.blogspot.pt/2015/12/melhores-de-2015-obras-de-autores.html).
      Boas leituras em 2016!

      Eliminar
  4. Sim. Eu li atentamente todos os posts. Só queria dar este ponto de vista, porque no fim do dia, são os ilustradores os grandes heróis desta fase verdadeiramente boa da BD portuguesa. O André Oliveira tem o talento inato que conseguir juntar talentos, incentivar artistas, escrever para cada estilo e é também ele o responsável por tanta gente ter começado a fazer BD.
    Boas leituras e belos artigos de fim-de-ano. Parabéns

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...