Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

18/01/2016

Bernard Prince: O sopro de Moloch







Por entre incêndios florestais, pântanos repletos de mosquitos, montanhas abruptas e – agora – um vulcão prestes a entrar em erupção, Bernard Prince continua a trilhar o seu caminho de caval(h)eiro andante ao serviço dos desfavorecidos.

A par dos elementos naturais e/ou das catástrofes que se abatem sobre eles, há que contar, quase sempre, com a acção negativa do ser humano. Desta vez, como sempre com Barney Jordan e Djinn, vai ter de intervir na evacuação de uma ilha ameaçada pela próxima entrada em erupção do vulcão Moloch, na sequência do roubo do Cormoran – que bem pode ser incluído no rol dos protagonistas desta série de Greg e Hermann. E, para agravar a situação, um dos ladrões do barco está infectado com peste negra e só uma intervenção urgente poderá impedir a sua morte e, mais importante, o espalhar da doença.
Com esta dupla premissa, mais moderado nos apontamentos caricaturais e de humor – sem que isso signifique esvaziar o carácter de Jordan, provavelmente o mais humano e autêntico entre o trio de protagonistas – desenvolve mais uma aventura em estado puro, com adrenalina a rodos, suspense contínuo, constantes surpresas e acção q.b. que, mesmo se aos nossos olhos (e mentes) condicionados por mais 40 anos de BD pode parecer algo ingénua, não a esvazia nem impede a recordação do frémito de emoção que nos provocou – ainda provoca…? – quando a lemos há (alguns…) anos e, afinal, celebra uma forma de narrar (bem) banda desenhada de aventuras que marcou uma (bela) época.
Hermann, cujo traço continua a melhorar de álbum para álbum – como o provará à evidência O Porto dos Loucos, na próxima quarta-feira e, mais ainda, a entrada do blog do próximo dia 22… - assume cada vez mais um registo realista para os intervenientes e para os cenários exóticos, castigados ou desoladores em que eles evoluem.

De seguida, após a (escusada) pausa cronológica provocada pela ausência dos tomos #11 – A fortaleza das Brumas e #12 – Objectivo Cormoran (publicados na colecção Clássicos da Revista Tintin, em 2009), esta colecção ASA/Público dedicada a Bernard Prince prossegue, já na próxima quarta-feira, com o já referido (e muito aconselhável) O Porto dos Loucos, para concluir, oito dias depois, com (o menos interessante…) A Cilada dos 100 000 dardos.


Bernard Prince: O sopro de Moloch

Greg (argumento)
Hermann (desenho)
ASA/Público
Portugal, 13 de Janeiro de 2016
217 x 287 mm, 46 p., cor, capa molde com badanas
5,40 €

(Páginas do livro - em francês - retiradas do site do desenhador, Hermann Huppen)

2 comentários:

  1. Isso é notório Pedro, a arte de Hermann tem uma evolução realista desde o primeiro numero, o qual fiquei algo desiludido, mas os seguintes vieram confirmar a referência à qualidade desta BD que o Pedro nos sinalizou, ainda bem que os fui adquirindo todos, com algumas dúvidas ao inicio é verdade, mas agora com certezas comprovadas na estante do quarto, tal como o anuncio do algodão, as Leituras do Pedro não enganam :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Homem do Leme!
      Boas leituras!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...