Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

05/11/2015

Milagreiro












Pelo percurso recente do argumentista, pela pré-leitura do capítulo inicial – que não o era… - e pelo conjunto de desenhadores aqui reunidos, este era um dos títulos recém-lançados no Amadora BD 2015 que mais me despertava a atenção.

A escrita, estava a cargo de André Oliveira, o argumentista do momento no que à BD portuguesa diz respeito, pela forma como se tem revelado interessante, talentoso e multifacetado nas suas várias propostas – e para além deste Milagreiro, no Amadora BD lançou igualmente Living Will #5, Vil – A tragédia de Diogo Alves e Tormenta…
A pré-leitura do capítulo inicial – que então se assumia como história completa - tinha-a feito na Café Espacial #12, uma revista independente brasileira que tem merecido leitur(s) atenta(s) aqui em As Leituras do Pedro.
A entrega da actual continuidade a autores que têm, maioritariamente, publicado no estrangeiro, faz com que esta edição valha também pela sua reunião, neste regresso ao seu/nosso país.
Atraído desde logo pela ‘conseguida exploração da temática religiosa’ como deixei escrito, vi agora esse desiderato levado mais longe e aquilo que parecia apenas um caso pontual de ‘fabrico’ de milagres, transformou-se numa imensa conspiração perpetrada por um ramo da (todo-poderosa) Igreja Católica Romana, com o intuito de reforçar o seu poder, fazendo assentar grande parte da sua projecção e poder (temporal) num grupo especializado em ‘forjar’ milagres e situações transcendentes, cuja acção remonta à (assim pretensa) ressurreição de Jesus Cristo e se reflecte em muitos dos casos de curas, de estátuas que vertem sangue e lágrimas, de relíquias com poderes milagrosos, etc.
A tentativa de sair dessa organização, provoca a morte de Cyril, considerada como suicídio, que abre o presente volume. As dúvidas levantadas pela irmã, o desejo de descobrir a verdade, primeiro, e de se vingar, posteriormente, originam uma viagem (narrativa, bem elaborada), por zonas sombrias que, embora não tenha ‘outra pretensão a não ser entusiasmar o leitor’, como refere André Oliveira a abrir o making of que encerra o livro e inclui esboços e desenhos preparatórios de todos os autores, não deixa de colocar dúvidas e questões no espírito de quem lê, ou não seja este apenas mais um dos muitos relatos que tem levantado dúvidas sobre o modus operandi da Igreja Católica. A vários níveis.
Graficamente, embora distintos, os desenhadores conseguiram dar coerência e sequência – em especial em termos do visual dos protagonistas – à narrativa e é evidente que André Oliveira os escolheu (bem) em função do tom e dos ambientes em que decorrem cada um dos segmentos.

Milagreiro
André Oliveira (texto)
André Caetano, Filipe Andrade, Nuno Plati, Ricardo Cabral, Ricardo Tércio, Ricardo Drumond (desenho)
Jorge Coelho (capa)
Polvo
Portugal, Outubro 2015
170 x 240 mm, 56 p., cor, brochada com badanas
ISBN: 978-989-8513-46-5
11,90 €

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...