Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

03/08/2015

Taka Takata, um japonês com meio século









A 3 de Agosto de 1965, então no seu 20.º ano, a revista Tintin belga estreava um herói de nome curioso: Taka Takata.

Desenhado por Jo-El Azara, aliás Joseph Franz Hedwig Loeckx (1937-), antigo colaborador dos Estúdios Hergé, e escrito por Vicq (Raymond Anthony, 1936-1987), era um militar nipónico, imbuído dos valores tradicionais daquela sociedade oriental, profusamente expressos nos diálogos.
Pacifista, trapalhão, desastrado, humilde e inseguro, contrariava tudo o que seria de esperar de um militar do país do Sol Nascente, provocando estragos e perda de material bélico, para desespero dos seus superiores hierárquicos, o honorável coronel Rata Hôsoja e o ajudante Hatéjojo, mas divertindo os leitores que rapidamente aderiram à personagem, protagonista de inúmeras histórias curtas.

   


Em Portugal Taka Takata estreou-se na revista Tintin, em 1968, onde foi presença recorrente, tendo passado também pelas páginas das revistas Tintin Selecções e Almanaque Tintin. Foi editado em álbum por duas vezes: O Ciclista Kamikaze (Arcádia, nos anos 1970) e O Batráquio dos Dentes de Ouro (ASA, 2003).

(Versão revista do texto publicado no Jornal de Notícias de 3 de Agosto de 2015)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...