Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

10/08/2015

Ms. Marvel #1 – Fuera de lo normal








Uma indústria – como o são, antes de tudo, os comics Marvel, apesar da sua componente artística – para garantir a sua sobrevivência, tem que estar em constante renovação.
A introdução num universo vasto e multifacetado, comprovadamente de sucesso mas sempre em eterna renovação, desta nova Ms. Marvel – Kamala Khan, uma adolescente paquistanesa emigrada nos EUA – é mais um passo nesse sentido. Mesmo que (relativamente) curto e com destino traçado.

Na verdade, este não é caso único – Miles Morales, o Homem-Aranha hispânico negro do universo Ultimate é outro exemplo recente – e, tal como os outros, terá provavelmente existência limitada, uma vez cumprido o seu papel – mediático – de referência/aceno às minorias.
Introduzir uma personagem de origem muçulmana no actual contexto – ainda à sombra dos atentados às Torres Gémeas – tem intenções óbvias – mediáticas, políticas… - para além da simples curiosidade, mesmo que, depois, aquilo que deveria distinguir Kamala da maioria dos super-heróis acabe por ser bastante diluído num relato que, francamente tem mais pontos de contacto do que diferenças em relação, por exemplo, ao Peter Parker adolescente original.
Na verdade, as componentes religiosas, tradicionais e comportamentais, a par da necessidade de integração numa nova cultura, que poderiam estabelecer uma diferença mais marcante em Ms. Marvel, acabam por ser pouco mais do que pormenores narrativos e a história centra-se, fundamentalmente, na aprendizagem do uso dos novos poderes, na sua utilização e nas modificações que eles acabam por causar no relacionamento de Kamala com os seus pais, irmão, líder religioso, colegas de escola, etc.
Apesar disso se, possivelmente, uma melhor oportunidade se perdeu – mas que queriam vocês, os comics Marvel são, antes (e depois) de tudo apenas divertimento… – o nascimento da nova Ms. Marvel, na sequência da exposição à nuvem resultante da explosão de uma bomba pelo Raio Negro, no final da saga Infinity, lê-se muito bem. Tem bom ritmo, uma linha condutora divertida, algumas situações bem geradas e um tom adolescente ligeiro, com a tal curiosidade de a protagonista ser muçulmana. E também um traço agradável, distinto e personalizado – o que acontece cada vez mais nas edições Marvel – bem complementado com cores suaves.

Ms. Marvel #1 – Fuera de lo normal
Colección 100 %
Inclui Ms. Marvel vol. 3, 1-7 e uma história de All-New Marvel Now! Point One USA
G. Willow Wilson (argumento)
Adrian Alphona (desenho)
Ian Herring (cores)
Panini Comics
Espanha, Junho de 2015
170 x 260 mm, 168 p., cor, capa com badanas
15,00 €

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Seduz-me a cover-art da capa (Sara Pichelli I believe). No mais acredito as usual na tua leitura :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gostei da capa (e da arte) João, mas o argumento passou ao lado do que podia ser uma boa história...

      Boas leituras!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...