Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

27/07/2015

O Comboio dos Órfãos











No início da segunda década do século XX um comboio com órfãos atravessou os Estados Unidos para levar as crianças a quem as queria acolher… ou precisava de mão-de-obra barata.
Jim e Harvey, duas das crianças nele presentes, são os protagonistas deste livro.

Pensada com boas intenções, esta iniciativa beneficente da Orphans Train Society tinha por objectivo dar a crianças que tinham perdido ou sido abandonadas pelos pais, “um lar decente, com pais afectuosos”, para as “livrar da miséria nas ruas, filha do vício e da depravação”.
Na prática, se nalguns casos cumpriu os seus nobres propósitos, noutros deu origem a autênticos leilões de crianças levados a cabo por quem precisava de mão-de-obra barata ou queria crianças para fins (ainda mais) inconfessáveis.

A abordagem a este episódio histórico que colocou milhares de crianças por todo o território norte-americano, podia ser feito de (pelo menos) duas formas: uma narrativa dura, violenta, agreste e chocante ou – e a opção foi essa – trabalhá-la num registo grande público com algum humor e assente num traço agradável e caricatural. O que não servindo de atenuante à situação em si, permite que o registo chegue a maior número de leitores.
A entrega do protagonismo a algumas das crianças presentes no comboio – Harvey e Jim neste primeiro tomo (duplo) correspondente ao primeiro ciclo da série, Lisa e Joey no próximo – ajuda também a diluir um pouco o lado negro da história, embora ele surja omnipresente nos episódios que se sucedem ao longo das páginas.
A separação de Jim, dos seus irmãos Anna e Joey, e a traição de Harvey, outro dos miúdos do comboio, para tentar um futuro melhor, são os motes deste livro, em que a acção vai decorrendo no passado, em 1920, acompanhando a viagem do comboio em que eles seguem, e no presente, em 1990, quando um envelhecido Harvey (originalmente Jim) faz tudo para reencontrar o traidor Jim (originalmente Harvey).
O resultado – físico, emocional, social, financeiro – das escolhas iniciais, a dor da perda – das sucessivas perdas – e o lado mais constrangedor da situação perpassam por todo o álbum e permanecem após a leitura (aconselhável) da obra.

Nota final
Este álbum, editado originalmente pela editora francesa Bamboo (de cuja edição foram retiradas as páginas que ilustram este texto), e cuja leitura fiz na edição portuguesa da Arcádia, vai também ser lançado no Brasil, com o título O Trem dos Órfãos, já no próximo dia, 27 de Julho, pelas Edições BesouroBox.

O comboio dos Órfãos
Ciclo 1 - Jim e Harvey
Philippe Charlot (argumento)
Xavier Fourquemin (desenho)
Arcádia, Portugal, Abril de 2015
ISBN: 9789892800837
215 x 285 mm, 96 p., cor, cartonado
20,80 €

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...