Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

10/06/2015

Tarzan: Tiras Diárias #2








A importância do Tarzan de Manning, de uma forma geral, e, para mim, enquanto leitor de BD, de forma particular, já foi mais de uma vez abordada neste blog.
Apesar disso, uma nova edição – a segunda na cronologia das tiras diárias por ele escritas e desenhadas - restaurada e editada com a paixão e o cuidado que são imagem de marca de Manuel Caldas, obrigam-me – com redobrado prazer – a trazer aqui a melhor (?) versão existente das aventuras do rei da selva.
Para não me repetir, fica uma breve abordagem centrada na especificidade da narração no formato de tiras diárias de imprensa.


[Antes disso, a título informativo, uma breve referência para as histórias publicadas, que começam com a conclusão do episódio que decorre em Pal-Ul-Don, prosseguem numa estranha ilha habitada por seres canibais e voltam depois à selva de Tarzan, sob a ameaça de animais pré-históricos.]

Mas passemos então à questão da narrativa em tiras diárias.
Muitos autores geralmente repartiam a tira em três vinhetas: a primeira servia para recapitular o que tinha ocorrido anteriormente e assim situar os leitores (novos ou ocasionais) e as duas restantes para fazer avançar a história. Se pode ser um modelo mais funcional para a publicação em jornal ao ritmo de uma tira por dia, nalguns casos a sua leitura chega a tornar-se penosa uma vez compiladas, pelas constantes repetições.
Manning, brilhante do ponto de vista gráfico e narrtivo, felizmente não segue esse modelo, pelo que a narrativa – apesar de um ou outro recapitulativo pontual - segue fluída e muito bem ritmada, passando facilmente como se tivesse sido escrita para livro, embora, na verdade, de forma ‘encoberta’ o autor nos vá recordando o que já aconteceu.
Depois, a par disso, consegue (quase) sempre terminar cada tira com um momento de suspense que prendia o leitor e o motivava a regressar no dia seguinte – o leva, agora, a querer continuar a leitura, tira após tira, página após página – para conhecer o que iria acontecer de seguida com Tarzan, Jane ou Korak.
Esta leitura de Tarzan: Tiras Diárias #2 - El Juicio de Tarzan, não ficaria completa sem a referência para a forma como Manning foi capaz de celebrar o Natal nas tiras, inserindo (a 24, 25 e 26 de Dezembro) um conjunto vinheta-tira-vinheta no meio de um aceso combate do homem-macaco com os selvagens canibais, pausando pelo tempo de uma trégua natalícia o acelerado ritmo narrativo com que sempre dotou as tiras diárias de Tarzan.

Tarzan: Tiras Diárias #2
El Juicio de Tarzan
Russ Manning
Libri Impressi
Espanha, Abril de 2015
230 x 315 mm, 80 p., pb, brochada
18,50 €

7 comentários:

  1. Paulo Pereira10/6/15 18:10

    Acabei de receber à uns dias o meu exemplar. Quero realçar e enaltecer o trabalho profissional de Manuel Caldas. Fica no entanto mais uma vez a minha tristeza por não haver mercado em Portugal para termos uma edição em língua portuguesa. Aproveitemos estas belíssimas edições enquanto Manuel Caldas não se cansa e tem o mercado espanhol a pedir mais e mais. Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  2. Mercado em Portugal, há! o que também há é uma desilusão enorme por parte do M Caldas reltaivamente a editores....

    ResponderEliminar
  3. Olá Pedro
    Estou interessado em adquirir os 2 álbuns, quanto me fica com os portes?
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Ok, e como fazemos então, envia-me o seu nib e eu faço uma transferência?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Contactar mcaldas59@sapo.pt
      www.manuelcaldas.com

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...