Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

30/05/2015

Leitura Nova: Tungsténio








Tungsténio é a mais recente edição da Polvo e será apresentada este fim-de-semana no XI Festival de Banda Desenhada de Beja, com a presença do autor, o brasileiro Marcelo Quintanilha.
Nota de imprensa já a seguir.


O LIVRO
Em “Tungsténio”, Marcello Quintanilha foca o olhar em São Salvador da Baía e conta-nos, em paralelo, os dramas de um sargento reformado do exército, saudoso dos tempos de caserna, os esquemas de um jovem traficante e os momentos difíceis do casamento de um polícia sem escrupúlos e da sua mulher. Como fio condutor da acção temos um crime ambiental nos arredores da cidade, onde se pesca recorrendo a explosivos.
Sem deixar de lado o lirismo, Quintanilha - considerado como o grande cronista da banda desenhada brasileira - investe uma boa dose de suspense e acção neste vibrante e surpreendente trabalho, que foi louvado pela crítica como um dos melhores álbuns editados em 2014 no Brasil.


O AUTOR
MARCELLO QUINTANILHA (Niterói, Brasil, 1971) começou, ainda adolescente, por desenhar histórias sobre artes marciais, sob o pseudónimo de Marcello Gáu. Aos 18 anos ingressa como animador numa escola de inglês.
Paralelamente, desenvolve uma série de projectos pessoais. Foi quando passou a colaborar com as revistas “General” e “General Visão”, “Nervos de Aço”, “Metal Pesado”, “Zé Pereira” e “Heavy Metal”. A sua primeira “graphic novel”, “Fealdade de Fabiano Gorilla”, foi publicada em 1999 pela Conrad (Brasil) e era baseada na vida do seu pai, que foi jogador de futebol de várias equipes da sua cidade natal na década de 1950. Em 2003, publicou “La promesse”, primeiro volume da série “Sept balles pour Oxford”, pela Lombard (Bélgica), com argumento do argentino Jorge Zentner e do espanhol Montecarlo. Vive em Barcelona desde 2002. Ilustrações suas surgem desde então nos jornais espanhóis “El País” e “Vanguardia”. Ao mesmo tempo, continuou a produzir álbuns para o público brasileiro. Em 2005 foi dado à estampa “Salvador”, na Casa 21. Seguiram-se “Sábado dos meus amores” (2009, Troféu HQ Mix de Melhor Desenhista Nacional) e “Almas públicas” (2011), ambos pela Conrad. “Tungstênio” (Veneta) viu a luz do dia em 2014, no Brasil, estando já igualmente editado em Portugal, Espanha e, em breve, França. 


Tungsténio
Edição Polvo
AUTOR Marcello Quintanilha
DATA Junho 2015
Formato 165 x 230 mm
COLECÇÃO Romance Gráfico Brasileiro
Páginas 184
ISBN 978-989-8513-40-3
PVP (IVA incluído) 14,99

(Texto e imagens fornecidos pela editora)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...