Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

22/04/2015

Los Vengadores: La Edad Heroica










Quando surge um problema que um super-herói sozinho não consegue combater, congrega-se uma equipa de super-heróis: chamam-se os Vingadores.
Quando é necessário recontar a origem desse supergrupo ou criar-lhe um novo ponto de partida, congrega-se uma equipa de grandes criadores.
Como acontece em Los Vengadores: La Edad Heroica.


Datadas de 2010 (data de publicação original nos Estados Unidos) as histórias incluídas neste volume, ainda ensombradas pelos acontecimentos da Guerra Civil que devastou o Universo Marve e colocou os super-heróis uns contra os outrosl, têm como autores um trio que dispensa apresentações: Brian Michael Bendis (argumento), John Romita Jr. (desenho) e Klaus Janson (arte-final).
E se nem sempre grandes autores produzem grandes obras, desta vez aquele ‘trio fantástico’ saiu-se a contento e apresenta dois arcos completos, legíveis, consistentes e capazes de prender (mais do que) o leitor habitual de super-heróis.
No primeiro desses arcos - correspondente a The Avengers vol. 4, #1 a #6 USA - um surpreendente pedido feito por Kang, o Conquistador, levará os Vingadores ao futuro – onde encontrarão os seus descendentes (literalmente), dois dos seus componentes originais envelhecidos - Hulk e Homem de Ferro - e ainda Ultron. A história baseia-se no princípio dos paradoxos temporais – tema especialmente apetecível para mim, quando bem abordado, como é o caso – e é feita de sucessivos avanços e recursos provocados por alterações na linha temporal que – como era inevitável neste tipo de narrativa – colocam em causa a existência do próprio universo e obrigam à intervenção dos Vingadores.
O traço da dupla Romita Jr./Janson – o primeiro é uma das minhas ‘fraquezas Marvel’ – serve muito bem a história bem escrita por Bendis que dispensa um grande conhecimento dos acontecimentos precedentes dentro do universo Marvel e , para mais, a encerra de forma surpreendente e aberta à interpretação de quem a lê.
Já o segundo arco – publicado originalmente em The Avengers vol. 4, #7 a #13 USA – arranca na sequência do roubo de uma das poderosas Gemas do Infinito - vistas na edição portuguesa da revista Os Vingadores - o que obriga os Illuminati a reunirem-se e a tentarem evitar que o misterioso ladrão reúna as restantes pedras, perante a incompreensão inicial sobre a situação dos restantes membros dos Vingadores.
Comum aos dois arcos, são as constantes tensões entre os diversos super-heróis que os protagonizam, em especial as que se dsencadeiam entre Steve Rogers (já não o Capitão América) e Tony Stark, o Homem-de Ferro, embora, no final, sejam mais as questões que os unem – e que os levam a compreender-se e a trabalhar juntos – do que aquelas que os afastam.
Uma nota final, para a qualidade da edição, um belo volume compacto, de 320 páginas em bom papel couché de elevada gramagem e capa dura, que inclui uma introdução concisa e as capas normais e variantes das edições originais.

Los vengadores 1: La Edad Heroica
Marvel Deluxe
Brian Michael Bendis (argumento)
John Romita Jr. (desenho)
Klaus Janson (arte-final)
Panini Comics
Espanha, Março de 2015
175 x 265 mm, 320 p., cor, cartonado
ISBN: 9788490940891
29,95 €

1 comentário:

  1. Dai só li o 1 arco em premiere Hc.que ate seria ideal para nova coleção levoir porque tem Ultron e Maestro.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...