Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

09/02/2015

Prancha de Astérix em leilão a favor das vítimas do atentado contra o Charlie Hebdo









Albert Uderzo anunciou que vai colocar em leilão uma prancha original de Astérix, cujo valor reverterá a favor das famílias das vítimas do Charlie Hebdo.
Trata-se do original a preto e branco da prancha 8 de “Os Louros de César”, de 1971, álbum recentemente adaptado em desenho animado.
A prancha em questão será autografada e o seu valor está estimado entre os 150 mil e os 200 mil euros. Vai integrar um dos maiores leilões de originais de BD deste ano, que terá lugar em Paris, a 14 de Março, organizado pela Christie's e pela galeria de banda desenhada Daniel Maghen. Antes disso, as obras em leilão, entre as quais originais de Hergé, Pratt, Moebius, Bilal, Schuiten, Winsor McCay ou Milton Caniff serão expostas na Christie’s, de Nova Iorque, o que acontece pela primeira vez.
Uderzo sentiu bastante o que aconteceu, até porque conhecia bem Cabu, um dos autores do Charlie Hebdo falecidos no atentado, pois tinha trabalhado com ele nos anos 60, na revista “Pilote”. Logo após o atentado, o desenhador francês, de 87 anos, interrompeu a sua reforma para fazer dois desenhos: no primeiro, Astérix, Obélix e Ideiafix inclinam-se com ar contristado em respeito pelas vítimas, e, no segundo, Astérix afirma “Je suis Charlie” enquanto soca um adversário de quem apenas se vêem os pés descalços no topo da página e as sandálias de bico curvo, caídas no chão.

(Versão revista do texto publicado no Jornal de Notícias de 29 de Janeiro de 2015)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...