Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

03/02/2015

BD de José Ruy apresentada na Amadora












O álbum de banda desenhada O Juiz do Soajo, de José Ruy, é apresentado hoje, terça-feira, 3 de Fevereiro, pelas 18:30 horas, na Bedeteca da Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos, na Amadora, terra natal do autor e grande centro de divulgação da BD portuguesa.

A obra será apresentada por Manuel Rodas, soajeiro, professor de Educação Especial, responsável pela ideia que deu origem ao livro. 
O Juiz do Soajo retrata a história, os costumes e as tradições da vila de Soajo, em Arcos de Valdevez, preservando o registo do rico património cultural, paisagístico e patrimonial desta aldeia singular, outrora sede de concelho. 
José Ruy nasceu na Amadora em Maio de 1930. Cursou Artes Gráficas na Escola António Arroio, onde foi discípulo do mestre Rodrigues Alves, e frequentou habilitação a Belas-Artes. 
Iniciou-se como desenhador com apenas 14 anos – completou recentemente 70 anos de carreira –, tendo publicado 79 álbuns, 48 dos quais em banda desenhada, com destaque para Os Lusíadas, História da Amadora, Fernão Mendes Pinto e a sua Peregrinação, entre outros. 
Tem colaborado em diversos jornais e revistas, nomeadamente em O Cavaleiro Andante e Selecções BD. Editou e dirigiu a 2.ª série de O Mosquito. 
O rigor na investigação e a qualidade dos seus trabalhos têm sido apreciados de norte a sul do país, com múltiplas homenagens e a atribuição de 24 prémios. Expôs com sucesso em vários países da Europa, na China, no Japão e no Brasil. 
Primeiro autor a ser galardoado com o Prémio de Honra do Festival de Banda Desenhada da Amadora, em 1990. No ano seguinte foi distinguido com a Medalha Municipal de Ouro de Mérito e Dedicação da cidade.


(Texto e imagem fornecidos pela editora)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...