Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

14/01/2015

The Walking Dead #10: Aquilo em que nos tornamos






Já o escrevi aqui, possivelmente com outras palavras: The Walking Dead – a BD, a série televisiva – é, antes de mais, uma história sobre sobreviver em condições extremas.
Uma história sobre como situações-limite – aqui a invasão de mortos-vivos; noutros casos uma catástrofe natural ou um apocalipse nuclear… - faz vir ao de cima o melhor – ou o pior… - de cada ser humano. Como mostra, revela, transpira aquilo que no fundo cada um de nós realmente é. Aquilo em que nos tornamos. 
Apesar disso, até agora – após nove volumes em português, mais de meia centena dos comics originais… E, sim, a Devir já editou quase 60 dos comics originais… - até agora, escrevia hoje, nunca como neste volume isso foi tão evidente.
Um episódio – que a série televisiva manteve com assinalável fidelidade – em que Carl quase é abusado por uma assaltante - leva Rick – a atravessar um tempo de indefinição, inseguro e descrente de si próprio, com a saúde mental afectada por tudo o que já viveu - a despojar-se (do que resta?) da sua humanidade, de forma violenta, nada humana, animal mesmo, numa cena crua, violenta e chocante.
Descobrindo, no fundo, aquilo em que se tornou.

The Walking Dead
Volume #10: Aquilo em que nos tornamos
Robert Kirkman (argumento)
Charlie Adlard (desenho)
Cliff Rathburn (tons cinzentos)
Devir
Portugal, Setembro de 2014
170 x 255 mm, 136 p., pb, brochado
14,99 €

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...