Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

04/11/2014

Little Tulip #1








Little Tulip, a publicar no mercado francófono no final desta semana, marca o reencontro do romancista norte-americano Jérôme Charyn e do desenhador francês François Boucq, no regresso de uma parceria que já nos proporcionou A Mulher do Mágico ou Boca do Diabo.
Podem espreitar já a seguir.


Esta é uma história forte, cruel e chocante, em que acompanhamos a vida de Pavel – aliás, Little Tulip - filho de perseguidos pelo regime estalinista, que acaba detido num goulag siberiano, tal como os progenitores.
Aí, desde logo separado dos pais, Pavel descobrirá que na vida só pode confiar em si e que o gosto pelo desenho que o pai inculcou nele pode ser uma chave para abrir muitas portas, num microcosmos amoral onde a prepotência e a violência imperam e onde tudo – mesmo o que parece bom e/ou oferecido – tem um preço alto que nunca pode deixar de ser pago.
Aprendendo o ofício de tatuador, que o acompanhará toda a vida, Pavel vai aos poucos crescendo dentro do campo de concentração, escolhendo as amizades conforme lhe são úteis e despertando para o amor, num percurso em que os momentos de (passageira) felicidade parecem sempre subjugados pelas constantes contrariedades – e mortes…
O relato, feito a dois tempos, divide-se entre o desolador goulag siberiano, no coração da Rússia comunista, sob a opressão dos guardas e dos chefes dos diferentes gangs, e a fervilhante Nova Iorque dos nossos dias, onde Pavel actualmente vive (sem que saibamos ainda como lá chegou) e trabalha como tatuador (reconhecido) utilizando igualmente os seus dotes de desenhador de excepção para auxiliar a polícia local traçando desenhos-robot.
É nesta última ocupação que o seu caminho se vai cruzar com o de um serial-killer que anda a violar e matar jovens mulheres que o levará a constatar que o passado não o esqueceu e os seus tentáculos estão bem mais próximos do que alguma vez imaginou.
Bem construída em termos de ritmo narrativo, com os sucessivos flashbacks a introduzirem ou a justificarem o momento presente num tom de constante descoberta, alternando cenas intensas com outras menos fortes mas necessárias para a compreensão do relato e com uma enorme capacidade de cativar a atenção e o interesse do leitor, esta é uma história sobre crescimento, iniciação, descoberta e, acima de tudo sobrevivência, em que um surpreendente humanismo choca sucessivamente com o que de mais brutal o ser humano ostenta.
 
Little Tulip #1
Jérôme Charyn (argumento)
François Boucq (desenho)
Le Lombard
França, 7 de Novembro de 2014
241 x 318 mm, 88 p., cor, cartonada
16,45 €

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...