Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

25/10/2014

Leitura Nova: Saga #1












Saga tem sido descrito como muita coisa, um épico de ficção científica cruzada com fantasia, com romance e comédia à mistura, como um encontro entre a Guerra dos Tronos e a Guerra das Estrelas ou Romeu e Julieta no espaço.
O primeiro volume de Saga estará disponível no fim de semana de 1 e 2 de Novembro, no AmadoraBD (no stand da Livraria Dr. Kartoon), e será comercializado em Novembro em bancas e livrarias.
Mais informações, resumo, autores e imagens já a seguir.


Saga é também um dos comics independentes de maior sucesso dos últimos anos, e talvez uma das bandas desenhadas mais premiadas de todos os tempos, tendo ganho praticamente todos os prémios Eisner e Harvey para que foi nomeado nas duas últimas edições.
A sua mistura elegante de géneros, aliada a um sentido de crítica social mordaz e uma boa pitada de humor e sexo, complementada pela arte pormenorizada e elegante de Fiona Staples — que atinge um equilíbrio difícil entre o realismo das ilustrações e o lado abstracto das suas sombras, cores e cenários — tornou SAGA num dos fenómenos sem precedentes nos comics americanos, uma saga subversiva para adultos.



Quando dois soldados de lados opostos de um imenso conflito galáctico sem fim se apaixonam, terão de arriscar tudo para proteger uma nova vida num universo terrível e perigoso. Um universo sem limites, povoado de possibilidades infinitas. E um planeta, Fenda, onde nascerá a ideia que irá expandir-se e crescer para conquistar todo um cosmos, símbolo de esperança para dois povos desavindos.
Fantasia e ficção-científica juntam-se como nunca antes no primeiro volume deste épico subversivo e provocante, obra de dois dos mais aclamados nomes da banda desenhada actual: o escritor Brian K. Vaughan e a artista Fiona Staples.

SAGA venceu três Prémios Eisner, o galardão máximo da banda desenhada anglo-saxónica: Melhor Série em Continuação, Melhor Nova Série e Melhor Argumento, um feito sem precedentes para um comic independente. Foi também premiado com o Hugo para Melhor História Gráfica — os Hugos distinguem a melhor ficção-científica publicada em cada ano. Finalmente, foi distinguido com seis Harveys, como Melhor Argumento, Melhor Artista, Melhores Cores, Melhor Nova Série, Melhor Série Limitada, e Melhor Single Issue (melhor número solto de uma série).

Os autores
Brian K. Vaughan é um dos nomes maiores dos comics americanos, um argumentista com créditos firmados em todas as grandes editoras. Depois de ter escrito para as grandes editoras de super-heróis, DC e Marvel — para títulos tão variados como Batman, Ultimate X-Men ou Captain America - tornou-se conhecido com Runaways, que escreveu para a Marvel e que lhe granjeou enorme reconhecimento crítico (e um Eisner como Melhor Argumentista), e pelas duas séries que criou e escreveu para chancelas da DC e que o tornaram famoso: Y The Last Man e Ex Machina.
Vaughan é também argumentista conhecido de televisão, e em particular conhecido pelos argumentos que escreveu para a série Lost, e para Under the Dome, a série baseada num romance de Stephen King, de que também é produtor executivo.
SAGA é a primeira série que escreveu em que manteve total controlo criativo, razão pela qual a lançou na editora Image como série independente. Foi também a série com a qual obteve o seu maior sucesso crítico e comercial.

Fiona Staples é uma artista canadiana que tem trabalhado para diversas editoras de comics americanas, incluindo a Wildstorm e a IDW.
Escolhida por Brian Vaughan para ilustrar SAGA devido ao seu estilo original e diferente do esperado, o trabalho de Fiona Staples na série tem-lhe granjeado os maiores elogios. O site Ain’t it Cool News descreveu-o como “glorioso”, enquanto a MTV Geek anunciava que os leitores iriam “certamente apaixonar-se perdidamente pelo seu talento”, e em 2014 recebeu o prestigioso Joe Shuster Award como Artista de banda desenhada

Saga - Volume UM
Brian K. Vaughan (argumento)
Fiona Staples (desenho)
168 páginas, cor, capa dura.
ISBN 978-87-91630-82-8
PVP: 8,99 €

7 comentários:

  1. Joaõ XXIII25/10/14 08:03

    É um preço muito interessante para um projecto destes...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro João XXIII é um bom preço, sim senhor, embora seja apenas preço de lançamento do primeiro volume.
      Os restantes, mesmo assim, tanto quanto já sei, não serão caros.

      Boas leituras... a bom preço!

      Eliminar
  2. Pedro, deculpa lá mas os Harvey não " premeiam os melhores comics independentes", esses são os Ignatz. Os Harvey sao os óscares dos "artistas", enquanto os Eisner são os da comunidade BD em geral...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estás desculpado, caro RC, até porque estás cheio de razão.
      A informação não é minha, veio da editora, mas obviamente assumo a responsabilidade porque deveria tê-la lido com a devida atenção...
      Já corrigi o texto.

      Boas leituras!

      Eliminar
  3. O preço é muito proximo do sc original.Só que em periocidade vai ser o novo Hellboy,Colocam a hc mas o mais importannte nao fazem.

    ResponderEliminar
  4. O 2º volume foi anunciado para a Primavera do próximo ano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui Alves,
      Que venha depressa e traga outros com ele...

      Boas leituras!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...