Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

21/10/2014

Guardiões da Galáxia #2: Ângela











Ainda na senda (?) do sucesso do filme – a confirmar-se, uma estratégia do mais lógica que há – é posto amanhã à venda o segundo volume dos Guardiões da Galáxia, que compila os volumes #4 a #9 do título original, Guardians of The Galaxy, publicados nos EUA entre Agosto de 2013 e Fevereiro de 2014.
Para espreitar já a seguir.


O tom do primeiro tomo – Guardiões da Galáxia: Vingadores Cósmicos – mantém-se nesta continuação, oscilando entre os recorrentes conflitos pessoais entre os vários integrantes dos guardiões e uma épica saga cósmica recheada de mistérios e acção explosiva, tudo condimentado com conseguidos e oportunos apontamentos de humor, com destaque para as constantes alusões aos anos 80 e para as intervenções de Rocket Raccoon e Groot.
Nesta compilação, o grande destaque vai para o aparecimento da enigmática Ângela – criação para a Image de Neil Gaiman, co-argumentista de alguns capítulos deste volume – e também para o começo da interligação do trajecto dos guardiões com a saga Infinity que se iniciou este mês em Vingadores #9.
Espero que esta coabitação não venha despojar os Guardiões da Galáxia – uma das boas descobertas – nesta fase… - que fiz este ano, daquilo que têm de melhor: o seu tom leve, descontraído e divertido.
Lamentando a falta de numeração das páginas deste tomo, que dificulta a identificação dos vários desenhadores que nele intervêm, confesso-me rendido ao magnífico trabalho gráfico de Sara Pichelli, ao nível do desenho e da planificação plena de dinamismo, e - mais ainda? – ao contributo incontornável de Justin Ponsor, na cor.
Atenção com a passagem do capítulo #7 para o #8, pela troca de Pichelli por Francesco Francavilla, para não terem o mesmo choque que eu experimentei. Não porque Francavilla não possua um muito interessante traço agreste, duro e mais esquemático – que funcionou muito bem em Hawkeye, por exemplo – mas o contraste tão profundo entre as respectivas opções gráficas, não deixa ninguém incólume.

Guardiões da Galáxia #2: Ângela
Brian Michael Bendis e Neil Gaiman (argumento)
Sara Pichelli, Olivier Coipel, Mark Morales, Valerio Schiti e Francesco Francavilla (desenho)
Justin Ponsor e Francesco Francavilla (cor)
Panini Comics
Portugal, 22 de Outubro de 2014
170 x 260 mm, 120 p., cor, brochado
10,95 €

1 comentário:

  1. Bom retorno! Guardiões da Galáxia Vol. 2 é um filme que ameaça sucumbir da grave ameaça da “continuite”. James Gunn seleciona seus momentos best-sellers do primeiro filme e os multiplica como coelhos usando Viagra. Me encantou uma FLEUMÁTICA senhorita de pele dourada, cercada por outros seres igualmente áureos no que parece ser uma corte real. Trata-se da primeira aparição da personagem de Elizabeth Debicki (atriz francesa que esteve em O Conto e O Grande Gatsby), a misteriosa Ayesha, uma das vilãs desse segundo volume. O que fica provado é que o lado cósmico da Marvel é cheio de potenciais surpresas que precisam ser alvo dos holofotes do estúdio em seu futuro pós-Vingadores 4. Há um universo inteiro esperando para ser explorado e essa versão dos Guardiões é como se fosse apenas o aperitivo. Um delicioso, envolvente e quase pecaminoso aperitivo, mas ainda um aperitivo daqueles que abrem o apetite para mais.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...