Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

10/09/2014

Mortadelo y Filemón – Edición de Coleccionista #1












O regresso da colecção Mortadelo y Filemón – Edición de Coleccionista às bancas e quiosques espanhóis, é o ponto de partida para uma reflexão – breve - sobre a importância do património e da sua recuperação.
Já a seguir.


Lançada originalmente em 2011, a colecção regressa em busca dos leitores que há décadas acompanham as aventuras da mais improvável dupla de agentes secretos, criados por Francisco Ibañez em 1958 e desde então protagonistas de dezenas de álbuns.
A colecção – a que se pedia uma componente editorial que permitisse contextualizar a obra na carreira de Ibañez e no âmbito da edição de BD em Espanha e uma ordenação cronológica para melhor se compreender a sua evolução – arranca com um tomo com três dos clássicos dos anos 1970: La Máquina del Cambiazo, Magín el Mago e Los Mercenarios.
Ainda sem sinais do cansaço que os anos lhes foram depositando, as confusões inenarráveis montadas por Mortadello e Filemón ao serviço da T.I.A., aqui (ainda) arrancam facilmente algumas gargalhadas e mostram Ibañez no seu melhor.
Mantendo a boa encadernação, papel e impressão, os próximos três volumes trarão sucessivamente obras actuais, dos anos 1980 e dos anos 1990, como pode ser visto com mais pormenor aqui.


Mesmo em segunda distribuição – ou já em segunda distribuição? – este coleccionável é um exemplo da forma como aqui mesmo ao lado (geograficamente), bem como um pouco mais além (França, e Bélgica, Itália…) - se amam e respeitam os clássicos populares da ‘historieta’ e de como se vai ao encontro dos leitores propondo-lhes a sua descoberta ou proporcionando-lhes um regresso ao passado – e à infância/adolescência – sempre saudável e regenerador.
Oportunidade, portanto, não só dessa (re)descoberta mas também de entender os antecedentes das histórias aos quadradinhos, do humor e da criação artística no país e de compreender alguns dos caminhos que ela trilha até hoje.
Sei que o contexto – todos os contextos – em Portugal são díspares, mas esta colecção- como outras semelhantes que, quase a um ritmo anual, têm sido apresentadas em Espanha, faz sonhar com algo similar em Portugal, que pudesse recuperar as histórias – de autores portugueses mas talvez não só – que fizeram sonhar sucessivas gerações de leitores de quadradinhos…
Pura utopia, temo bem.

Mortadelo y Filemón #1
Edición de Coleccionista
Francisco Ibañez
Salvat
Espanha, 2011
210 x 295 mm, 144 p., cor, cartonada
2,99 €

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...