Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

14/09/2014

Leitura Nova: O Amor infinito que te tenho e outras histórias (3.ª edição)







Este é o primeiro livro de banda desenhada de Paulo Monteiro [ver aqui]. Reúne um conjunto de histórias curtas efectuadas entre 2005 e 2010 e mostra de forma clara e concisa o percurso de maturação de um autor que vive intensamente as histórias que conta e desenha.
Já se tornou, com toda a justiça, no livro mais traduzido de sempre da bd portuguesa. A 3ª edição inclui, como novidade, um álbum de fotografias do autor.

Mais informações já a seguir.


DISTINÇÕES
Melhor Álbum Nacional, atribuído pelo Festival Internacional de Banda Desenhada
da Amadora, em 2011.
Melhor Publicação Independente, atribuído pela Central Comics, em 2011.
Prix Sheriff d’Or (França), em 2013.

ECOS DO ESTRANGEIRO
“Com uma narrativa plena de subtileza, Paulo Monteiro mostra a paleta de sentimentos que uma vida pode ter (…).” Olivier Maltret, DBD
“(…) um feito incrível, revivificando a escrita do íntimo (…). É difícil fazer algo mais poderoso nesta matéria.” Mael Rannou, BoDoi
“Nas suas histórias, ao mesmo tempo simples e densas, a morte ronda sempre por perto, tornando o momento presente ainda mais precioso (…) lembrando como é necessário aproveitar as nossas vidas efémeras.” Anne Claire, Les Inrocks
“Dez pequenas histórias, dez poemas, dez momentos de amor ou dez maneiras de falar de si. Pouco importa, estas histórias (…) são de uma força inacreditável e atravessam-nos totalmente.” David Fournol, Une autre histoire
“Paulo Monteiro conta-nos dez pequenas histórias. Algumas autobiográficas, outras fantásticas, mas sempre imbuídas de uma poesia de tirar o fôlego.” Sarah Bukow, Et ça critique!
“O Amor Infinito que te tenho é uma daquelas histórias que podíamos sussurrar ou cantar em voz alta, com essa sensação intensa de ter redescoberto o primeiro dos sentimentos, a emoção original.” Cathia Engelbach, A chacun sa lettre
“Uma obra-prima (…). Sem dúvida uma das grandes descobertas deste ano.” Jesús Jiménez, RTVE.es.
“O Amor Infinito que te tenho é um desses títulos que vai permanecer durante muito tempo na nossa retina e na nossa memória (…).” Miguel A. Perez-Gomez, Entrecomics

O AUTOR
Paulo Monteiro nasceu em Vila Nova de Gaia, em 1967. A partir dos 13 anos fez várias exposições de ilustração, ilustrou fanzines de poesia e desenhou cartazes e murais. Pós-graduou-se em História de Arte em 1993, ano em que foi viver para Beja.
Teve (e tem) interesses e ocupações muito diversas: escreveu para a rádio e para os jornais, passou filmes de terra em terra, compôs canções, tocou guitarra em lares, trabalhou nas vindimas, foi professor de Ciências da Natureza e de Geografia, foi agente de campo em muitas vilas e cidades, realizou ateliês de azulejaria, banda desenhada e ilustração, participou em escavações arqueológicas, fez teatro de fantoches, teatro de sombras chinesas, cenografia e figurinos, comissariou dezenas de exposições em vários domínios…
Escreveu e editou 3 fanzines de poesia: Poemas, Poemas a andar de carro e Poemas Japoneses. A partir de 2005 passou a fazer a direcção da Bedeteca de Beja e do Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja.
Tem percorrido o sul de Portugal para falar de banda desenhada nas escolas (já visitou perto de 80…).
Desde 2005 que se dedica exclusivamente à banda desenhada, como autor.
Fez várias dezenas de exposições de pintura, ilustração e banda desenhada, quase todas em Portugal, mas também em Espanha, França, Brasil, Polónia, Roménia e Itália.
Tem um filho; Manuel…

O Amor infinito que te tenho e outras histórias
3.ª edição,
Nova capa
Novos conteúdos
Edição: Polvo
AUTOR: Paulo Monteiro
DATA: Maio 2014 (3ª edição)
Formato : 165 x 225 mm
Páginas : 64
PVP (IVA n/incluído): 8,40 €

(Texto e imagem fornecidos pelo editor)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...