Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

23/07/2014

50 Anos, 50 Edições (V): 2004-2014





Quase, quase a completar 50 anos de vida – e quase outros tantos de leitor de quadradinhos… - decidi assinalar esta data redonda – que na prática vale tanto como os 49 ou os 51… - evocando 50 edições (mais ou menos) de BD que me marcaram.
Não as 50 melhores obras que li – embora algumas figurassem em ambas as listas – porque esta seria uma relação dependente de momentos e emoções, mas uma lista de 50 obras que marcaram o meu percurso e fizeram de mim o (leitor) que sou hoje.
A ordenação é (sensivelmente) cronológica…
A divulgação dessa lista termina já a seguir. Podem ver os 50 títulos aqui.
Para mim este foi um regresso ao passado, a muitos momentos do passado, a muitos momentos do passado em que fui (muito) feliz. Valeu a pena, ajudou-me a recordar, repensar, reequilibrar, redefinir, reconhecer. E também - principalmente - a ver como cheguei até aqui, a perceber o que sou hoje.
Espero que de alguma forma a partilha que fiz tenha sido útil.


Blankets
Craig Thompson
Há obras que poderiam estar nesta lista apenas porque sim. Esta é uma delas, mas está aqui porque a sua leitura ajudou-me a repensar uma série de questões na minha vida.


Zagor Especial #2
Burattini e Ferri
 
A revista em que regressei à banda desenhada popular do universo Bonelli – com Zagor, Tex, Martin Mystère, Mister NO, mais tarde Mágico Vento e a hoje incontornável Julia Kendall - depois de uma breve passagem por ele na adolescência.


Príncipe Valente 1943-1944
Hal Foster
A (re)descoberta do Príncipe Valente como nunca o tinha visto e o reconhecimento, graças a Manuel Caldas e ao seu notável trabalho na recuperação deste (e de outros) herói(s) de BD, de que os clássicos devem ser lidos com a qualidade com que foram criados.


As Tiras Clássicas da Turma da Mônica vol. 1
Maurício de Sousa
Apenas simbólica, esta edição é um marco do meu primeiro encontro com Maurício de Sousa (Festival da Amadora, 2006), que serviu para eu conhecer o Homem e (re)descobrir o Autor e o seu universo.
E admirar ambos.


10 pãezinhos: Fanzine
Fábio Moon e Gabriel Bá
Pela paixão contagiante pela BD que dele emana e pela descoberta de dois autores, hoje incontornáveis para mim.


Rocher Rouge
Eric Borg e Michaël Sanlaville
O livro que ‘forçou’ – finalmente! – a criação deste blog.


As Fantásticas Aventuras de Dog Mendonça e PizzaBoy III – Requiem
Filipe Melo, Juan Cavia e Santiago Villa
Porque o Filipe Melo teve a amabilidade de me ir enviando o material do livro à medida que ele foi sendo produzido, porque se arriscou a pedir-me sugestões e porque teve mesmo a péssima ideia de aceitar algumas das que fiz.


J. Kendall – Aventuras de uma criminóloga #109
Mythos Editora
Pelo reconhecimento do meu trabalho diário aqui no blog, implícito na transcrição integral de um texto meu nas páginas deste número de uma das revistas de que não perco nenhuma edição.


A Pior Banda do Mundo Vol. 1
José Carlos Fernandes
A última banda desenhada que (re)li antes de editar este texto.
Numa edição mais consistente, que realça a sua qualidade.


Bone: The Complete Cartoon Epic in One Volume
Jeff Smith
A próxima BD que vou ler…

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...