Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

13/05/2014

Batman: Nas sombras há 75 anos


Em Maio de 1939, a revista Detective Comics #27 anunciava na capa um dos mais populares super-heróis de todos os tempos: Batman.
Breve panorâmica sobre a origem do homem-morcego e algumas das suas obras mais marcantes, já a seguir.


Na base da sua criação, estava um pedido da editora que queria um novo super-herói para de alguma forma emular o sucesso do Superman, criado sensivelmente um ano antes.
A história inaugural vinha assinada apenas por Bob Kane (1915-1998) – responsável pelo estúdio onde foi produzida, mas hoje sabe-se que os argumentos pertenciam a Bill Finger (1914-1974) e que outro desenhador, Jerry Robinson (1922-2011), teve um importante papel no seu desenvolvimento.
Na história inaugural – The Case of the Chemical Syndicate – o novo herói enfrentava um grupo de gangsters, demonstrando pouco ou nenhum apreço pela vida dos malfeitores e resolvendo o caso com uma boa dose de violência. Este aspecto, a par do medo que o seu disfarce de morcego gigante inspirava aos bandidos e da sua forma de agir na sombra, ficaram desde logo como suas imagens de marca, coincidindo as épocas de maior popularidade com a mais forte aposta neles.
Ao longo do primeiro ano de vida, foram lançadas as bases da mitologia do homem-morcego, que ainda hoje se mantêm: a cidade Gotham; o assassínio dos pais à sua frente, à saída do cinema como origem do subsequente desejo de combater o crime; uma intensa preparação física, intelectual e científica para o poder fazer; a identidade secreta de Bruce Wayne, playboy e herdeiro de uma imensa fortuna; a utilização de um cinto com diversos equipamentos (corda, cápsulas de gás, bumerangues em forma de morcego), o batcarro, o batavião, etc.
Nesse período foram também definidas personagens marcantes como o Robin, o seu parceiro adolescente, o comissário de polícia James Gordon ou o Joker, o seu maior inimigo.
Nos anos seguintes, a galeria foi aumentada com o mordomo Alfred ou a Batgirl, em termos de aliados, e com vilões como o Duas Caras, Pinguim, Cat Woman (aliada, inimiga e(ou paixão…) ou Ra’s-al Ghul e Batman começou a interagir com outros super-heróis da Dc Comics, com destaque para o Super-Homem e para a Liga da Justiça.
A substituição dos seus criadores por outros menos inspirados, a criação do Comics Code que limitou a violência nos quadradinhos americanos, e a sucessão de mortes, ressurreições e substituições temporárias levaram ao declínio da série que só voltaria a ganhar fulgor nos anos 80, com uma série de obras fundamentais que foram beber à origem do homem-morcego e lhe conferiram um tom adulto. Livros como O Regresso do Cavaleiro das Trevas (1986, de Frank Miller), Ano Um (1987, Miller e Mazzucchelli), A Piada Mortal (1988, Moore e Boland) ou Asilo Arkham (1989, Morrison e McKean) fizeram o homem-morcego retomar a popularidade nos quadradinhos e levaram o cinema a interessar-se de novo pelo herói (ver caixa) que voltou a ser um dos pilares do universo da DC Comics.
Para celebrar os 75 anos de Batman, entre outras acções, a editora DC Comics vai lançar uma série de edições com capas especiais alusivas à efeméride, para além disso, no dia 23 de Julho, declarado Dia de Batman, oferecerá nas lojas norte-americanas um fac-simile da edição em que o herói se estreou.

Nos ecrãs
O grande sucesso do homem-morcego na BD levou-o ao cinema logo em 1943, em Batman, protagonizado por Leslie Wilson, que seria substituído por Robert Lowery em Batman & Robin (1949).
Depois de um hiato, regressou aos ecrãs em 1966, numa caricata versão televisiva, com Adam West que duraria dois anos e daria origem a um filme com o mesmo actor.
Tim Burton promoveu o seu regresso ao cinema em 1989, aproveitando o seu renascimento nos quadradinhos, com Michael Keaton a liderar um elenco recheado de estrelas, tal como aconteceu com Batman Returns (1992).
Após Batman Forever (1995) e Batman and Robin (1997), ambos com Val Kilmer, 2005 assistiu ao início da trilogia (Batman Begins, The Dark Night e The Dark Night Rises) realizada por Chris Nolan e protagonizada por Christian Bale.
Há poucos dias foi divulgado o primeiro trailler de Gotham, uma série televisiva centrada na personagem do comissário de polícia, interpretado por Bem Mckenzie, estando em preparação a longa-metragem Batman vs. Superman, previsivelmente para 2016.

(Versão revista do texto publicado no Jornal de Notícias de 11 de Maio de 2014)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...