Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

18/12/2013

As Águias de Roma – Livro IV





Este quarto volume, editado pela ASA quase em simultâneo com o original francês, ainda herança do consulado de Maria José Pereira no departamento de BD da editora, em contraste com a ideia criada pelo tomo inicial, vem reforçar tudo o que escrevi a propósito do Livro III da série. E, confesso, para mim faria sentido ter copiado e colado aqui o texto que então escrevei a propósito desse álbum. Algo impossível por respeito para quem me lê, mas aplicável em termos de conteúdo, porque as ideias lá expressas continuam a aplicar-se perfeitamente 56 pranchas depois.
As razões vêm já a seguir.


Marini, continua a crescer como argumentista. As situações fazem sentido só por si e também no contexto mais amplo da intriga e pequenos acontecimentos que aqui e ali parecem deslocados, acabam por se justificar quando encaixados no todo.
Quanto aos diálogos, são concisos e certeiros, surgindo nos momentos certos, com a informação necessária para que o leitor entenda a trama que avança perante os seus olhos.
O conjunto da escrita - deixem-me escrever assim… - continua ao serviço do desenho, onde, apesar de tudo, Marini continua a brilhar mais, quer no esculpir da figura humana, no detalhar dos animais ou na exposição de cenários urbanos ou naturais, magnificamente trabalhados em termos de volumes, sombras e cor, mesmo que a paleta utilizado seja (voluntariamente) limitada a tons ocre e cinza-azulados.
Privilegiando a acção – onde Murena, por exemplo, para citar outra belíssima série sobre o Império Romano, dá preferência às intrigas – Marini faz desfilar perante os nossos olhos a ambição impetuosa mas calculista de Armínio, as hesitações de Marco, o ódio escancarado de Loknar, a lealdade de Tassilo, os sonhos de poder de uns, o desejo sexual Ade outro(a)s, a ferocidade de quase todos, numa imensa combinação de sentimentos e emoções com a acção desenfreada, que só pode captar e prender a atenção do leitor.

As Águias de Roma - Livro IV
Marini (argumento e desenho)
ASA (Portugal, Novembro de 2011)
240 x 320 mm, 60 p., cor, cartonado
16,50 €


8 comentários:

  1. Excelente visão deste novo trabalho volume das Águias de Roma. Comprei mal saiu mas ainda não tive oportunidade de o ler. Com tantas criticas positivas tenho mesmo de despachar esse assunto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro SAM,
      É uma série que tem melhorado volume a volume e que merece bem ser lida!

      Boas leituras!

      Eliminar
    2. Sim, gostei bastante dos 3 primeiros.

      Eliminar
    3. Caro SAM,
      No meu caso tem sido um aprender a gostar, em especial após o terceiro volume onde a série, em meu entender, começa a ganhar consistência, já que o desenho de Marini é sempre magnífico.

      Boas leituras!

      Eliminar
  2. Independentemente da qualidade da obra, que nunca li, não posso deixar de comentar uma coisa: a legendagem é, à falta de melhor designação, tenebrosa. Ao nível das coisas da Netcom2. Presumo que os balões já venham de raiz (sendo assim incompreensíveis à luz do profissionalismo exigível a autores ou editores desta dimensão), e a fonte e preenchimento dos balões só ajuda à consumação da desgraça. Deplorável.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mário,
      Obrigado pelo teu comentário.
      Se é verdade que a legendagem original também não é de encher o olho, a da ASA fica uns furos abaixo, o que é mais notório quando é utilizado um tipo de letra maior.
      Para quem tiver ficado curioso com esta questão, fica aqui um link para as primeiras páginas deste álbum na versão original.

      Boas leituras... de boas legendagens!

      Eliminar
  3. Já o tenho graças a promo Fnac leve 4 e pague 3 da Asa mas ainda não li tenho que resolver isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Optimus,
      Melhor do que ter bons livros para ler - como é o caso deste - só mesmo lê-los!

      Boas leituras

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...