Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

12/08/2013

Tex Edição de Ouro #63: O Retorno do Tigre Negro








Nizzi (argumento)
Civitelli (desenho)
Mythos Editora
Brasil, Novembro de 2012
135 x 175 mm, 284 p., pb, brochado
R$ 18,90 / 9,00 €



Se a presença de mortos-vivos foi o pretexto – desnecessário – para a recente evocação de Mágico Vento aqui nas minhas leituras, uma coincidência levou-me a, em pouco tempo, deparar com outro herói Bonelli às voltas com zombies, no caso presente o insuspeito Tex Willer, numa edição actualmente disponível nas bancas e quiosques portugueses.
Esta história, no entanto, fica também marcada por outras notas distintivas em relação ao que é habitual nas aventuras do ranger: a troca das montanhas e planícies do Oeste selvagem pelas ruas de Nova Orleães – onde Tex e os seus habituais companheiros, nos trajes tradicionais, destoam menos do que seria de esperar – sem que os seus métodos duros sejam postos de lado, mesmo numa trama mais próxima da investigação policial do que do western puro que o costuma caracterizar, ou o retorno de um dos raros inimigos recorrentes de Tex, o Tigre Negro, protagonista na sombra de uma história em que ronda as suas presas, aproximando-se cada vez mais delas até (quase) desfechar o golpe final e decisivo.
Tudo numa narrativa longa, bem construída por Claudio Nizzi, que conta com a belíssima arte de Fabio Civitelli, que mais uma vez demonstra a sua mestria no estilo realista e na aplicação da técnica de pontilhado, quer na representação dos espaços urbanos de Nova Orleães, quer na caracterização das zonas pantanosas que se encontram nos seus subúrbios e onde tem lugar o desenlace do relato.



5 comentários:

  1. De facto o traço parece muito bom e a historia interessante. Estive com esta revista nas mãos. Pena é a Mythos não lançar Conan em Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Anónimo,
      Sim, o traço de Civitelli, como de costume, é muito bom...
      Quanto ao Conan, a Mythos distribuiu em Portugal a revista A Espada Selvagem de Conan enquanto a publicou no Brasil.

      Boas leituras!

      Eliminar
  2. Correção, Pedro. A revista em formato magazine que saía cá era a Conan, o Bárbaro, que também reeditou histórias que saíram na Espada Selvagem da Abril. Já o Conan da Dark Horse editado na revista Conan, o Cimério, não saiu cá, porque a Mythos não adquiriu os direitos pra Portugal dessa série. Falou-se que a Devir detinha os direitos disso, e se isso é verdade, então é porque pagou e deixou expirar os direitos e não editou nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Reignfire,

      Obrigado pela leitura atenta, que corrigiu o que eu escrevi de memória sem confirmar...

      Boas leituras!

      Eliminar
    2. Totalmente correto o Reign mas acho que nem no Brasil a Conan dessa editora mais.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...