Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

19/07/2013

A Última Profecia II – As Mulheres de Emesa




  

Gilles Chaillet (argumento e desenho)
Christophe Ansar (participação no argumento)
Chantal Defachelle (cor)
NetCom2 Editoral
Portugal, Junho de 2013
240 x 320 mm, 48 p., cor, cartonado
15,00 €


Depois de um tomo inicial entre o registo histórico e os (surpreendentes) contornos fantásticos de uma descida aos infernos, neste segundo volume Chaillet avança por aquela primeira temática, que lhe é reconhecidamente mais grata e na qual já tem provas dadas, expondo as tramas, conspirações, traições e golpes palacianos que têm lugar entre os que aspiram ao poder no império romano, nos primeiros séculos da era cristã, sejam eles oriundos do círculo militar, económico ou religioso.
Entre as aspirações do legado romano Sétimo Severo e dos seus descendentes, os seus adversários políticos, os praticantes dos sacrifícios de crianças - que todos parecem encobrir - e as mulheres de Emesa, adoradoras do Sol e do deus Baal, é todo um jogo de intrigas, no qual as vítimas – desprezáveis – se vão acumulando e ao qual, do inferno, Flaviano assiste, horrorizado e impotente, numa narrativa densa e bem urdida, que prende o leitor e o deixa em suspenso pelos três volumes que ainda falta editar.
A planificação, menos tradicional do que à primeira vista pode parecer – e do que esperariam os que já conhecem Chaillet como discípulo de Jacques Martin e autor de Vasco – recorre com frequência a vinhetas de maior dimensão, que podem mesmo ocupar boa parte de duas páginas contíguas e que permitem admirar de forma mais digna o traço pormenorizado do autor e a reconstrução histórica rigorosa e competente de cenários e construções levada a cabo nesta obra.

2 comentários:

  1. Jorge Fernandes22/7/13 12:45

    Achei este segundo tomo bastante empolgante. As referidas vinhetas de maior dimensão, dão ao álbum, uma outra dimensão. Penso que deixa água na boca para o próximo álbum!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Jorge,
      Por acaso gostei mais do primeiro, pela surpresa do tom fantástico. O que não invalida que tenha achado este bastante interessante e que esteja bastante curioso com a forma como se irá desenvolver a história...
      Espero que a NetCom edite o terceiro tomo rapidamente! ;)

      Boas leituras!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...