Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

13/04/2013

Tiago Manuel na Mundo Fantasma

Céu em fogo

Data: 13 de Abril a 30 de Maio
Local: Galeria Mundo Fantasma, loja 509/510, Centro Comercial Brasília, Avenida da Boavista, 267, Porto
Horário: de 2ª a sábado, das 10h às 20h: Domingos e feriados, das 15h às 19h








Abrirá ao público hoje, dia 13 de Abril de 2013, pelas 17H00, com a presença do autor, a exposição de ilustrações originais, para «Mário de Sá-Carneiro – Antologia Poética», CÉU EM FOGO de TIAGO MANUEL.

A Faktoria K de Livros, chancela da Kalandraka Editora Portugal, convidou Tiago Manuel para interpretar a poesia de um dos maiores nomes do Modernismo português, MÁRIO DE SÁ-CARNEIRO (Lisboa, 1890-Paris, 1916). Compôs assim mais um volume da COLEÇÃO TREZE LUAS, que inclui já nomes como Pedro Proença, André da Loba, Joana Rêgo e José Manuel Saraiva na ilustração de uma selecção de 13 poemas de Fernando Pessoa, Bocage, Florbela Espanca e Cesário Verde, respectivamente. O resultado é fulgurante e revela-se agora através do esplendor dos treze originais dados a ver por este artista carismático, cuja obra singular extravasa as fronteiras das linguagens.


TIAGO MANUEL (Viana do Castelo, 1955) fez a sua formação artística com os mestres Aníbal Alcino e Júlio Resende, tendo o seu trabalho sido apresentado no país e no estrangeiro em instituições e galerias de referência.
Últimas exposições: Mishima, Manifesto de Lâminas, Centro Cultural de Belém, Lisboa, 2008; Galeria Spectrum Sotos, Saragoça, 2008; Galeria Palmira Suso, Lisboa, 2007; Lugar do Desenho, Fundação Júlio Resende, Gondomar, 2002.
Últimas coletivas: Arco, Casa da Cerca, Almada, 2008; Prémio Stuart, Lisboa, 2007, 2006, 2004; Salão Lisboa de Ilustração e Banda Desenhada (Bedeteca de Lisboa / Câmara Municipal de Lisboa), 2004, 2002, 2001, 2000.
Na qualidade de ilustrador, publicou nos jornais Público, Expresso, Jornal de Letras, Letras & Letras, O Diário, nas revistas Colóquio/Letras da Fundação Calouste Gulbenkian, Ler-Círculo de Leitores e nas editoras Âmbar, ASA, Afrontamento, Media Vaca (Valência) e Bertrand, entre outras, tendo este ano ilustrado “Mário de Sá-Carneiro – Antologia Poética”, para a Kalandraka, sob a chancela da Faktoria K de Livros.
Últimos trabalhos: «O sangue por um fio», livro de poesia de Sérgio Godinho, Assírio & Alvim, Lisboa, 2009; Cartaz para o filme
«Ruínas» de Manuel Mozos, Festival Indie Lisboa, 2009. Desde 2000, já publicou 7 dos seus 25 heterónimos (12 livros). Em 2008, criou e passou a dirigir a colecção de banda desenhada «O Filme da minha Vida», editada pela Associação de Produção e Animação Audiovisual AO NORTE, Viana do Castelo.

(Texto da responsabilidade da organização)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...