Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

15/04/2013

“Portugal” distinguido em Barcelona







Profissionais de banda desenhada votaram os premiados do 31.º Salón Internacional del Cómic de Barcelona. Purita Campos, autor da popular série “Esther y su mundo “, ganhou o Grande Prémio do 31.º Salón Internacional del Cómic de Barcelona, numa edição em que também foram premiados “Ardalén”, de Miguelanxo Prado, como melhor obra de autor espanhol, “Portugal”, de Cyril Pedrosa, como melhor título estrangeiro, e Oriol Hernández, como autor revelação.


Nascida em 1937, Purita Campos chegou à editora Bruguera através de Vázquez, e trabalhou nas revistas femininas na casa, como “Dalia”, “Sissi”, “Branca” e “Célia”. Mas só em1971, quando começou a trabalhar para o mercado inglês, é que se tornou realmente famosa. “Patty’s World”, traduzido para castelhano como “Esther y su mundo“, continua a ser a sua série de maior sucesso.

“Ardalén” (Editorial Norma), a obra mais extensa e ambiciosa de Miguelanxo Prado até à data, foi considerada a Melhor Obra de Autor Espanhol publicado no ano passado. Ao mesmo tempo, “Portugal”, de Cyril Pedrosa, a história de um artista em plena crise criativa e pessoal que busca as suas origens, foi para o júri a Melhor Obra de Autor Estrangeiro publicada em Espanha em 2012.
O prémio para o autor revelação foi para Oriol Hernandez, desenhador, em conjunto com o argumentista Zidrou, por “La piel del oso” (Norma Editorial).
O prémio de melhor fanzine foi atribuído a “Adobo”, enquanto que “Sleepers” de Luis NTC foi o favorito do público, eleito melhor do ano por votação popular. Todos receberam aos seus prémios ontem à tarde, no recinto do Salón, no palco situado na zona do Far West.
O Grande Prémio do Salón Internacional del Cómic de Barcelona tem uma dotação de 10.000 euros, o de Melhor Obra de Autor Espanhol de 10.000 euros, o de Autor Revelação de 3.000 euros – com o patrocínio de la Fundação Divina Pastora-, o de Melhor Obra de Autor Estrangeiro não tem valor pecuniário e o Prémio para o Melhor Fanzine conta com 1.500 euros.

(Comunicado da organização, traduzido para português por As Leituras do Pedro)

7 comentários:

  1. Já tive com este livro na mão (Portugal), mas os quase 40€ que a Fnac estava a pedir fizeram-me pensar duas vezes.

    Um dia tenho que o ler.

    ResponderEliminar
  2. Será que o novo livrodo Miguelanxo Prado será editado por cá. Sou um grande admirador da sua obra.

    ResponderEliminar
  3. Será que este último livro do Miguelanxo Prado vai ser publicado por cá? Sou um grande admirador da sua obra na BD.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Letré,

      Posso dizer que este álbum do Prado vai ser publicado em português; não sei exactamente quando, mas deverá ser durante este ano.
      O Prado é um dos meus autores de referência, desde que o descobri e conheci no 1.º Salão de BD do Porto...

      Boas leituras!

      Eliminar
    2. não resisti e comprei mesmo em espanhol...

      Eliminar
    3. Olá Patrício,
      Eu também estive para fazer o mesmo, mas depois soube que ia sair em português e decidi esperar...
      Que opinião tens do livro?

      Boas leituras... em qualquer língua ou dialecto!

      Eliminar
  4. Ola, ainda não tenho opinião que vou começar hoje a lê-lo! como não comprei so esse, estou a guarda-lo para o fim... se soubesse que ia sair em Português talvez esperasse,mas também comprei-o a bom preço, em 2ª mão

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...