Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

08/05/2012

Hulk - O regresso do monstro

















 
 
Tomos #1 e #2
Bruce Jones (argumento)
John Romita Jr. (desenho)
Tom Palmer (arte-final)
Devir (Portugal, 2004)
170 x 250 mm, 120 p., cor, brochado



Na banda desenhada (na literatura, no cinema...) há universos com características e especificidades muito próprias que podem tornar essas obras quase herméticas aos "não iniciados" ou, pelo menos, fazer com que a leitura só possa ser integralmente fruída por quem as conhece - e as aceita...
É o caso dos super-heróis norte-americanos e "Hulk - O regresso do monstro" (numa excelente edição da Devir) mostra-o, porque apesar de toda a bem estruturada narrativa de Bruce Jones ser perfeitamente compreensível, até por estar relativamente
afastada do contexto tradicional do Hulk, a verdade é que há aspectos (a dualidade do ser Bruce Banner/Hulk, a existência de personagens (aparentemente) imortais, etc.) que podem causar estranheza.
Mas, uma vez aceites estas regras, a leitura faz-se de forma cativante e imparável, para o que muito contribui o desenho de John Romita Jr., sem dúvida um dos grandes desenhadores de comics de sempre.
O seu traço, cada vez mais límpido e expressivo, é aqui tratado com uma paleta cromática reduzida, de tons verdes, azuis e sépias, que transporta o leitor (quase inconscientemente) para o tom dominante do monstro verde que, mesmo ausente, protagoniza a história. Esta, conta de forma detalhada e ritmada, entre o policial e o mistério, com um invulgar (para o meio...) toque de erotismo, a perseguição, por parte de uma misteriosa e todo-poderosa - cá estão mais especificidades - organização ao cientista que o aumento de adrenalina faz transformar em Hulk.
Uma história de fuga para a frente, em que está subjacente a ideia que o nosso pior monstro, somos nós. Mas sem esquecer que é ele que, por vezes, e com a motivação adequada, nos liberta das situações complicadas...

(Texto originalmente publicado no Jornal de Notícias de 17 de Abril de 2004, com o título “Um monstro como nós”)


4 comentários:

  1. Ao ler e ver as páginas deste livro, fico sem perceber como existem pessoas que não gostam da arte do John Romita Jr. Ao contrário do que pensa muita gente, eu acho que a arte dele evoluiu muito bem, tornando-se completamente original e inconfundível, fugindo do traço mainstream do princípio da carreira (aparentemente só esse estilo é que era bom!!).

    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lucaimura!
      Sim, o Romita Jr. é um dos grandes desenhadores de comics de há muitos anos a esta parte e um dos meus preferidos.
      Boas leituras... desenhadas por ele!

      Eliminar
  2. Não esquecer que o no Volume 1 a editora cortou um comic completo desse arco e também fugiu para a frente....

    http://www.leaderslair.com/noexcuses/hulk3-035.jpg

    http://www.leaderslair.com/noexcuses/hulk3-035.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Optimus,
      Pois...
      Embora haja por vezes razões - relativas... - que justificam essas opções editoriais, eu também defendo a publicação integral das obras, como única forma de desfrutar completamente delas...
      Boas leituras... completas!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...