Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

03/06/2011

O Lince Ibérico

A sua história em Portugal
Bruno Pinto (argumento)
José Garcês (ideia original e desenho)
Liga para a Protecção da Natureza (Portugal, Maio de 2011)
210 x 300 mm, 28 p., cor, brochada com agrafos


Este livro vai ser apresentado hoje, em Moura, na Adega da Mantana, pelas 15h30. Às 16h15, no Espaço Inovinter, terá lugar a inauguração de uma exposição com a capa e todas as pranchas que constituem o álbum e uma sessão de autógrafos com os autores, Bruno Pinto e José Garcês.
Segundo a organização, “a exposição e o lançamento do álbum chegaram a estar programados para o Moura BD mas, por acordo entre as entidades intervenientes no projecto, acabaram por ser adiados para a data agora anunciada”.
A exposição decorrerá até 12 de Junho, das 09h30 às 12h30 e das 14h às 17h30.
Para a realização desta obra, José Garcês trabalhou a partir de fotografias e vídeos sobre o lince ibérico, baseando-se também na sua larga experiência de desenho de animais a partir de modelos vivos e de bandas desenhadas animalistas, pelo que não surpreende que as pranchas que mais se destacam sejam aquelas que têm o lince como protagonista.
Assente no seu traço realista, rigosoro e personalizado, e tendo como ponto de partida uma sessão de esclarecimento, “Lince Ibérico: a sua história em Portugal”,  traça, com recurso a sucessivos flashbacks, o percurso do lince ibérico em Portugal (e a espaços também em Espanha), desde a Idade Média até aos nossos dias. O resultado final é uma obra com evidente teor pedagógico, mas de leitura fluida e acessível, que explica as razões porque o lince está hoje em risco de extinção e as iniciativas em curso para tentar evitar que isso aconteça.


A propósito da iniciativa, e para enquadrar esta edição no âmbito do Projecto Life Habitat Lince Abutre, coloquei três questões a Filipa Loureiro, da Liga para a Protecção da Natureza:


As Leituras do Pedro - Como nasceu este projecto?
Filipa Loureiro (LPN) - O lince-ibérico (Lynx pardinus) é um animal endémico da península ibérica, cuja distribuição foi já em tempos generalizada por todo Portugal e Espanha. No entanto, devido à fragmentação e perda do seu habitat natural e ao declínio das populações da sua principal presa, o coelho-bravo, este felino tornou-se muito ameaçado. No final dos anos 70, as populações de lince-ibérico encontravam-se já bastante reduzidas, sendo já óbvio o seu declínio. Por esta altura, a LPN - Liga para a Protecção da Natureza abraçou esta causa e iniciou o seu trabalho na conservação do Lince-ibérico, lançando junto com outras entidades uma campanha Nacional, por muitos de nós ainda hoje recordada, “Salvemos o Lince e a Serra da Malcata”. Em 2004, em parceria com a FFI (Fauna and Flora International), a LPN deu início ao Programa Lince, cujo principal objectivo é assegurar a conservação e a gestão a longo prazo de áreas com habitat Mediterrânico adequado ao lince-ibérico em Portugal.
Tendo em conta todo este historial, há algum tempo atrás, o célebre ilustrador José Garcês contactou a LPN com o intuito de realizar uma banda desenhada sobre o Lince ibérico. A sua ideia original foi então trabalhada pelo biólogo Bruno Pinto, que escreveu o argumento e foi conseguido financiamento (Projecto LIFE-Natureza, Habitat Lince Abutre, co-financiado a 75% pela Comissão Europeia) para a sua realização. Agora, lança-se assim a banda desenhada “O lince-ibérico: a sua história em Portugal”.
ALP – Qual o seu objectivo?
FL - O principal objectivo desta BD é a divulgação e sensibilização para a conservação do lince-ibérico de um público-alvo maioritariamente constituído por jovens adolescentes e adultos. No âmbito do Projecto LIFE Habitat Lince Abutre serão distribuídos exemplares pelos alunos das escolas das regiões da área de intervenção do Projecto (parte do Alentejo e Algarve) bem como pelas bibliotecas destas áreas.


ALP – Qual a situação actual de Lince-Ibérico?
FL - Actual-mente, existem apenas cerca de duas centenas de indivíduos na Natureza, estando estes maioritariamente distribuídos em duas populações localizadas na Andaluzia, em Espanha (na Serra Morena e na região de Doñana), as únicas onde está comprovada a sua reprodução.
Em 2008 foi aprovado o Plano de Acção para a Conservação do Lince-Ibérico em Portugal, uma importante ferramenta legal do estado português para preservação desta espécie.
No nosso país, para além de continuarem a existir relatos que indiciam a presença deste felino de forma ocasional em algumas regiões, foi detectado por telemetria em 2010, um animal proveniente de Espanha. No entanto, actualmente não é conhecida em território nacional nenhuma população. Ainda assim, é importante referir que existem no nosso país diversas áreas com habitat de elevada qualidade, que são importantes manter, e que se forem alvo de medidas de gestão apropriadas, poderão contribuir para a recuperação da espécie a médio/longo prazo. É precisamente este o trabalho do Programa Lince e do seu novo Projecto LIFE Habitat Lince Abutre.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...